Brauneck – uma questão de escolha

Depois da primeira impressão… explorar a área um pouco mais.

O mapa seguinte, exposto num grande placar, era um claro indicador que a região abrangia mais do que podia parecer à primeira vista. Afinal encontrava-me apenas em uma das áreas possíveis para usufruir dos desportos de Inverno desta região (estava na área do lado direito do mapa).

No cume da montanha Brauneck, as duas áreas unem-se, mas apenas deste lado é possível efectuar a subida de teleférico. Só não sei é se é permitido descer também por este meio, ao invés de o fazer descendo a encosta da montanha com esquis ou prancha de snowboard. Caso a descida possa ser feita de teleférico poder-se-ia subir apenas para usufruir da paisagem do cume da montanha ou mesmo para almoçar no restaurante panorâmico ou nos chalets existentes nas proximidades.

Mas na base da montanha também existe oferta gastronómica, com uma cozinha  por certo igualmente típica bávara.

Além do teleférico não faltam alternativas para subir as montanhas, pois são vários os elevadores (Lift) onde se circula em pé , ou sentados com os elevadores de cadeiras (Sessel)  de diferentes números de assentos existentes, distribuídos entre esta área e a da esquerda do mapa ainda não explorada.

Em termos de pistas (Abfahrten) a escolha também pode ser diversificada, pois existem desde pistas mais acessíveis designadas de azuis, passando pelas intermédias a vermelho até às pretas para os verdadeiros especialistas da modalidade de esqui alpino ou snowboard.

O parque de estacionamento era consideravelmente grande e gratuito (convém evidenciar esse facto pois tal não é sempre o caso), não tendo sido difícil encontrar lugar para estacionar o automóvel apesar de estar bastante lotado.

 

Uma curiosidade: Foi perto do local onde estam os teleféricos e se adquirem os bilhetes para andar nos mesmos que pude trazer comigo uma brochura que se viria a tornar bastante útil. Trata-se de uma brochura da Alpen plus, que me permitiu ficar a conhecer quais as regiões existentes da Alta Baviera (Oberbayern) na Alemanha e do Tirol, na Austria, com uma oferta do género da que estava a descobrir em Brauneck. O desafio seria nos fins-de-semana seguintes visitar as outras regiões abordadas nessa brochura.

Anúncios

3 thoughts on “Brauneck – uma questão de escolha

  1. Já estamos mesmo a ver que a nossa turista, de brochura na mão, não vai deixar escapar uma ! E vai regalar-nos com as fotografias e belos textos de sempre…
    Beijinho,
    Isabel

  2. Pode acreditar, pelo menos é isso que pretendemos fazer nos próximos fins-de-semana. Pelo menos deste reconhecimento ficamos conhecer as regiões apresentadas na Brochura do Alpen Plus e por essa via quais as cujos atractivos nos agradam mais. Afinal é um pouco como aquele slogan, todos diferentes todos iguais, que apelava à não discriminação.

    Uma vez mais muito obrigada pelos seus comentários sempre tão simpáticos

  3. Muito bem (sehr gut) …:) qualquer dia este blog é bilingue…
    acho sempre graça aos gráficos das pistas, pois parecem aqueles desenhos para os putos unirem os pontos…como eu gostava de fazer isso no jornal do meu pai (ele é que nao gostava tanto quando eu riscava o jornal todo).

    E espero que dê para descer de teleférico também (afinal as cabines têm que vir para baixo) e a vista lá em cima deve ser fantástica…mesmo para quem não quer vir para baixo a rebolar tipo bola de neve

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s