Ingolstadt a cidade…

Já referi a cidade de Ingolstadt pelo menos quando me referi ao Outlet Ingolstadt Village, e quando recentemente abordei o seu Mercado de Páscoa … mas ainda não tinha descrito o centro histórico da cidade.

Hoje, é do centro da cidade de Ingolstadt que  trata este artigo.

Começo por apresentar um mapa do centro histórico da cidade retirado do site de turismo da cidade (clicando sobre o respectivo mapa encontra o documento de onde o mapa foi retirado)

Devo  confessar, que atendendo ao  dia em que visitei o centro da cidade e o horário em que o fiz, não consegui percorrer e visitar  todas as atracções turísticas identificadas no mapa anterior (em alguns casos porque tais edifícios estavam fechados).

O primeiro local explorado foi o assinalado com o numero 18 no mapa, a catedral. (Como a visita ocorreu durante a quaresma, a Cruz de Cristo estava coberta com um tecido roxo)

No interior da mesma destaco também passagens do presépio.

Em seguida fiquei a conhecer as duas Câmaras Municipais (Rathaus), a antiga (1) e a actual (2). A antiga Rathaus foi construída em estilo Neo-Renascentista por Gabriel von Seidl em 1882, e actualmente serve como acento do Presidente da Câmara. A actual é um edifício bastante moderno.

Visitei igualmente a Basílica Franciscana (16) construída  em 1275, que possuía igualmente uma Passagem da vida de Cristo.


Fiquei um pouco frustrada por ter encontrado a famosa Igreja Asam  de Maria de Victoria (17) fechada, pois esta é uma das “jóias da coroa” de Ingolstadt. Esta igreja  de estilo barroco possui o maior fresco em tecto plano do mundo, com 42m por 16m, pintado por Cosmas Damian Asam (mais famoso artista barroco da Baviera). Por esse motivo no nome da Igreja figura o Asam.  (Por mera curiosidade não posso deixar de referir, que existe uma famosa Igreja Asam em Munique,  obra dos Irmãos Asam).

A igreja de St. Moritz (25), que remonta ao século IX, é a mais antiga igreja da cidade e também teria merecido uma visita ao seu interior.

O Novo Palácio (7) mandado construir pelo Duque Ludwig o Barbudo, na primeira metade do século XV também só tive oportunidade de o espreitar por fora. Actualmente alberga o Museu do Exército da Baviera.

Penso que não é apenas para me convencer a mim mesma, pois por vezes é mesmo muito mais agradável deambular pelo centro de uma cidade apenas para “sentir e respirar o ambiente” do  local ao invés de andar preocupada em conhecer minuciosamente todos os seus principais pontos de atracção, como se de uma lista em que se vai colocando um visto se tratasse.

Estes são apenas alguns exemplos da arquitectura dominante que se encontra ao percorrer as ruas do centro da cidade.

Passear junto ao Rio Danubio também foi bastante agradável assim como avistar o Glacis e  Parque Klenze, um oásis verde  na outra margem…

2 thoughts on “Ingolstadt a cidade…

  1. Pingback: Museu automóvel da Audi… em Ingolstadt « Turista Ocasional

  2. Pingback: Asamkirche, ou Igreja dos Irmãos Asam – em Munique « Turista Ocasional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s