Frühlingsfest – a festa da Primavera em Munique

Decididamente Munique tem uma agenda cultural preenchida e diversificada durante qualquer época do ano.

Desde eventos muito selectivos e mais elitistas, em locais palacianos até eventos ditos populares ou do povo em locais mais rústicos.

O Frühlingsfest, encaixa perfeitamente nesta segunda categoria, um Festival do povo, que como o próprio nome indica decorre durante a Primavera, este ano entre 29 de Abril e 15 de Maio.

Também conhecido como o pequeno Oktoberfest, decorre no mesmo local do conceituadíssimo festival da cerveja, em Theresienwiese,  Munique.

Considerado como um Oktoberfest em ponto pequeno, pois ocupa uma área bem mais pequena em Theresienwiese, possui um número bastante mais reduzido das lendárias tendas de cerveja (e as mesmas têm menor dimensão), e mesmo o número de divertimentos é bem menor, mas a temática é idêntica ao do festival a que é comparado.

O Frühlingsfest é outra das ocasiões onde as pessoas se vestem a rigor com os trajes típicos da Baviera, embora não o façam tão assiduamente como acontece durante o Oktoberfest.

Um pormenor, no primeiro sábado deste festival ocorre sempre um gigante mercado das pulgas (mercado da ladra) entre as 7h e as 17h. Eu admito que não sou grande apreciadora deste tipo de mercados, mas para quem o é, fica a dica, apesar de já só se aplicar ao próximo ano.

Estas são as primeiras imagens da minha ultima visita ao Frühlingsfest deste ano.

Algumas das diversões já são verdadeiros clássicos de qualquer festa ou romaria mais tradicional (como os ditos carros de choque, para graúdos ou uns especialmente para miúdos maiores de 5 anos), mas há novidades todos os anos.

Por muita vontade que tivesse em desafiar a gravidade, as vertigens impedem sempre de me sentar numas cadeirinhas cujo percurso giratório já conheço, pelo que me limito sempre a apreciar com os pés bem assentes no chão quem se senta no Top Spin.

Mas este ano a maior novidade para mim foi uma diversão que nem precisava de electricidade (ou se precisava era apenas para bombar o ar) para funcionar. Umas bolas gigantes transparentes ocupadas apenas por uma pessoa, e que depois de muito bem vedadas eram colocadas numa piscina insuflável gigante. Eu não entrei em nenhuma dessas bolas mas vontade não me faltou de experimentar e de talvez sentir-me um pouco como os porquinhos da índia que rodam dentro de um cilindro.

A tenda do Hippodrom é das mais concorridas no Oktoberfest e vangloria-se com motivos para tal de ser a frequentada pela mais elevada elite nacional e internacional quando visita o grande festival. No Frühlingsfest o Hippodrom também está presente, e apesar de a sua tenda ser bem mais pequena que a que apresenta no Oktoberfest, mesmo assim atrevo-me a dizer, que é a principal tenda deste festival.

Esta compilação de fotos ilustra a tenda do Hippodrom entre outras tendas, tendinhas e os tradicionais corações de bolacha de gengibre com mensagens anunciando a melhor mãe, pai, avô e avó do mundo e a desejar feliz aniversário ao hipotético aniversariante.

Mas efectivamente ainda que em menor numero, carroceis de várias espécies e com diferentes velocidades e intensidades não faltam neste evento sazonal e este é apenas mais um pequeno exemplo disso.

E no momento da despedida, não poderia faltar uma mensagem de agradecimento pela visita e o Adeus.


4 thoughts on “Frühlingsfest – a festa da Primavera em Munique

  1. Olá querida amiga, estas festas acontecem praticamente na Alemanha toda. Eu moro em uma vilazinha a 15km de Colônia e no último final de semana teve uma festa dessas por aqui. Foi muito bom, barraquinhas, um pequeno parque de diversao, e claro, muita cerveja!! Quando morei em Munique, nunca fui em uma festa da primavera, que pena!!! Adorei seu post, imagens lindas da festa!!
    Beijos e uma ótima semana para você!!

    • Pois, Frühlingsfests e Frühlingsmarkts, há efectivamente imensos espalhados pela Alemanha, e sabem mesmo bem estas romarias populares.

      Eu acho piada a este de Munique, por ter maior dimensão que o das cidades mais pequenas e ocorrer num espaço com “história” e que alberga este e outros festivais durante o ano…

      Muito obrigada pela sua visita e comentário tão simpático

      Beijinhos e continuação de óptima semana

  2. E viva o algodão doce, especialmente azul, que mancha tudo o que toca…

    E os carrinhos de choque, ao tempo que não ando nisso…e nem precisa de seguro contra todos os riscos, só pomada para as dores de pescoço no fim…e as bolinhas insufláveis com pessoas lá dentro na água eram realmente engraçadas…e parece ser difícil, pelo menos as pessoas estavam sempre a cair…

  3. Pingback: Tollwood, Festival de Inverno de Munique, 2011 | Turista Ocasional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s