Munchen Residenz – a Residência propriamente dita

A Residência de Munique possui muitas salas para visitar. O que achei curioso é que talvez consequência das obras de restauro que estavam a decorrer quando a visitei, nem todas as salas estavam abertas ao publico na mesma altura (o percurso de salas abertas ao publico era diferente de manha e de tarde).

No entanto antes de falar acerca do interior da Residência, convém apresentar uma das suas fachadas principais (o edifício apresenta uma tonalidade amarelada), a que se vê da Max Joseph Platz. Esta praça é também o palco central para se ver a fachada principal do Teatro Nacional.

Assim a compilação de fotos seguintes apresenta as fachadas dos dois edifícios.

A arquitectura, a decoração do interior e obras de arte contidas na Residência abrangem desde os tempos do Renascimento, via períodos do início do Barroco e Rococó até à era neoclássica. São um testemunho do gosto requintado e ambições políticas da dinastia Wittelsbach.

Os espaços exteriores, inseridos no interior da residência merecem igualmente uma referencia, pois tornam o ambiente bastante agradável e acolhedor.

A compilação de fotos seguinte ilustra alguns pormenores nas salas e salões no interior do próprio edifício da Residência, a qual começa pelo Antiquário.

A Residência alberga vários museus e monumentos mantidos pela Administração da Baviera de  dos Palácios, Jardins e Lagos de Propriedade do Estado (o próprio museu da Residencia, as salas do Tesouro, o Teatro Cuvilliés e a Capela da Corte de Todos os Santos (Allerheiligen-Hofkirche)), juntamente com outras instituições culturais. O complexo da Residência como um todo é um dos maiores museus na Baviera.

Por este motivo não  surpreende que algumas das salas e salões do complexo da Residência sejam ocupados por tapeçarias temáticas, porcelanas chinesas,  louças e serviços de mesa, Vidros e Cristais.

  • Porcelanas

  • Porcelana chinesa e não só

  • Serviços de Mesa e pratas

  • Mesas extraordinariamente decoradas

  • Quadros de Tapeçaria

Para finalizar por hoje a visita à Residência de Munique, deixo uma ultima compilação de imagens. Não posso no entanto deixar de sugerir a quem tenha curiosidade em conhecer melhor o Museu da Residencia a visita-lo pessoalmente, embora possa começar por descobrir um pouco mais sobre o mesmo aqui.

4 thoughts on “Munchen Residenz – a Residência propriamente dita

  1. Olá querida amiga, confesso que me senti dentro do Palácio de Versalhes quando conheci o Residenz, belíssimo. E a câmera dos tesouros? Lindo!!! Seu post está maravilhoso, muito bem explicado, encantador.
    Beijos e desejo uma semana maravilhosa para vc!!!

  2. Pingback: Teatro Nacional de Munique « Turista Ocasional

  3. Pingback: Dallmayr – muito mais que uma luxuosa “délicatesse” « Turista Ocasional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s