Cidade Hanseática de Lübeck

A cerca de 70 km a nordeste de Hamburgo, localiza-se uma outra cidade Hanseática, a de Lübeck.

Uma cidade rica em história, cultura, arquitectura e muito mais…

Lübeck foi fundada em 1143 como a primeira cidade alemã no mar Báltico. O seu próprio carácter serve como exemplo para todos os outros membros da liga Hanseática.

A pitoresca cidade medieval é caracterizada por atracções culturais que simbolizam o grande passado de Lübeck como uma cidade Hanseática livre.

Partes do centro histórico da cidade foram acrescentados à lista Património Mundial da UNESCO em Dezembro de 1987.

O centro histórico da cidade, que é rodeado por água, é um símbolo significativo da arquitectura de tijolo do período gótico.

Lübeck é a segunda maior cidade do estado de Schleswig-Holstein e possui um dos maiores portos da Alemanha. Por vários séculos, foi a “capital” da Liga Hanseática, e por isso conhecida como “Rainha da Liga Hanseática”.

Situada  no Rio Trave, é o maior porto alemão no Mar Báltico. A parte antiga da cidade é uma ilha rodeada por esse rio. O canal Elbe-Lubeck une o rio Trave ao rio Elbe.

Visitei esta cidade durante um dia escuro e chuvoso, pelo que o passeio foi por vezes entre-cortado com paragens para obter abrigo da chuva.

A primeira igreja onde entrei, tinha o seu interior despido e convertido num espaço de exposição amplo e branco, Trata-se da St Petrikirche (Igreja de S. Pedro),uma igreja romana inicialmente com três naves construída entre 1227 e 1250. Nos séculos XV e XVI  foi alargada para um salão com 5 naves Góticas. Depois de ter sido destruída durante a segunda guerra mundial, os esforços de reconstrução apenas começaram em 1958 e o telhado piramidal da torre só foi reconstruído em 1961. Numa elevação de 50 metros a vista da plataforma permite uma vista sobre a cidade e os arredores, mas eu apenas visitei o salão central da igreja.

Depois de visitar esta igreja, encontrar a porta principal da cidade, a Holstentor, sobretudo antes que começasse a chover e perdesse essa oportunidade era algo imperativo.

O Holstentor é o principal ex-libris e símbolo da cidade medieval. A porta fortificada do século XV (entre 1464 e 1478) é  uma construção do estilo gótico de tijolo, e à excepção da Burtor (porta da citadela), é a única das quatro portas da cidade que persiste actualmente.

Esta porta que possui duas torres cilíndricas e uma entrada arqueada é um dos elementos integrantes de Lubeck da lista Património Mundial da UNESCO, já referida anteriormente.

Actualmente a Holsten Gate alberga um museu com uma exposição da história dos primórdios da cidade, desenvolvimento urbano  e industria naval. possui igualmente uma apresentação do mercador nos tempos dos finais da idade média e tempos modernos. O mercador deixou uma marca profunda na economia da cidade, e na vida social e cultural da mesma.

Depois de visitar a porta mais emblemáticas da cidade só houve tempo de encontrar um restaurante com ambiente familiar antes de começar a chover consideravelmente.

Acabo por hoje o artigo e amanha apresentarei o que descobri em Lübeck depois do almoço, enquanto o dia com chuva intermitente permitiu.

Anúncios

9 thoughts on “Cidade Hanseática de Lübeck

  1. Que alegre o interior da igreja, bom ver neste dia em que o verão começa. Cá ficamos a aguardar a visita virtual a mais esta cidade.
    Beijinhos.

    • A igreja de St. Petri, foi sem dúvida uma surpresa, pois não esperava encontrar no interior um local tão luminoso e com uma exposição moderna. O exterior medieval contrastava com o que encontrei no seu interior.

      Muito obrigada pela sua visita.
      Beijinho

  2. Bom dia!
    Sei que Lübeck foi uma das primeiras cidades do mundo a possuir uma Universidade e tão famosa como Bolonha, Pádua, Paris, Salamanca…(Tive, na Pós-Graduação, em Aveiro, professores lá especializados).
    Muito anterior aos nossos “Estudos Gerais”, criados por D. Dinis em 1290.
    Descobri agora ,consigo, que o ano da sua fundação é o da nossa independência de Leão e Castela: 1143!
    Giro, não é? Não admira que seja Património Mundial…
    A última fotografia é exemplar da arquitectura hanseática de que já falámos:fez-me logo lembrar Bergen,
    na Noruega.
    Beijinhos

    • Foi curioso ter referido o facto de 1143 ser também o ano da independência de Portugal de Castela e Leão, porque quando estava a escrever este artigo também me lembrei justamente desse facto, e só não o referi por considerar que poderia confundir alguém um pouco mais desatento em termos de contexto.

      Como tão bem refere, sem dúvida que Lübeck também é conceituada pela sua Universidade (a tal ponto que mesmo no seu mapa do centro turístico haver uma clara indicação da direcção onde a mesma se situa). Admito no entanto que não tive oportunidade de a conhecer.

      Uma vez mais muito obrigada pelos seus comentários sempre tão enriquecedores em termos de conhecimentos históricos.

      Beijinho

    • Sem dúvida alguma. Visitar uma cidade durante um dia cinzento e por vezes acompanhada pela chuva, retira bastante o entusiasmo durante o passeio exploratório.
      Mas depois de programar esta visita com tanta antecedência e aguarda-la com alguma ansiedade não seria o clima a demover-me. E Lübeck merecia isso e muito mais, pois é realmente uma cidade bastante surpreendente.

      Algo com que aprendi a conviver na Alemanha foram as suas mudanças de humor em termos meteorológicos. As mudanças climáticas durante um mesmo dia, não são uma miragem, e acredito mesmo que faz parte da rotina matinal de uma grande percentagem de moradores do país, não sair de casa sem primeiro verificar as previsões meteorológicas.

      Muito obrigada pela sua visita.

  3. Pingback: Lübeck – cidade medieval | Turista Ocasional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s