Um pouco mais perto do ceu

Não que se trata do local com maior altitude que já visitei, mas seguramente é a vila portuguesa caiada de branco, localizada no cume da serra, a um nível mais afastado do nível médio das águas do mar, e num dos locais mais privilegiados para apreciar a paisagem alentejana até perder o horizonte de vista.

Refiro-me, claro, à vila medieval de Marvão, o outro dos dois locais, da lista que refiro aqui, que visitei durante estas ultimas férias em Portugal.

O mapa seguinte, da vila histórica medieval e concelho de Marvão, foi retirado de um dos panfletos disponíveis no posto turístico, localizado à entrada da vila, junto à Porta de Rodão. No mesmo encontra também informações relevantes acerca dos principais locais a visitar

As muralhas que circundam toda a vila dão-lhe um ar singular, protector e seguro. Percorrer as ruelas estreitas da vila e deparar-me com uma predominância indiscutível de paredes brancas e portadas de granito, despertou em mim a sensação de ter acedido ali a outra época, onde o tempo parece caminhar devagar ao invés de correr…

Ali sentimos a calma, como se o simples facto de ter transporto as fortificações, e de circular despreocupadamente no interior da vila, num dia bastante luminoso, quente e agradável,  permitisse que as correrias do dia a dia se dissipassem instantaneamente.

O mapa bastante detalhado, tamanho XL, adquirido no interior da vila, com um aspecto medieval, ajudou ainda mais a sentir-me transportada para essa época. (A digitalização do mesmo às prestações, e sua posterior composição permite que percebam melhor o que me refiro.)

E porque aqui se aplica bem a máxima de que as imagens valem bem mais que mil palavras, eis um pouco do que encontrei durante a visita de descoberta e exploração da vila medieval de Marvão.

– Primeiras imagens da Vila depois de entrada na área fortificada (com a Porta da Vila, algumas imagens panorâmicas da vila e a Igreja do Espírito Santo ao centro)
– Câmara Velha: Centro Cultural de Marvão.

– A Igreja de Santiago, algumas casas pitorescas, Brasão da vila, a actual Câmara Municipal, a Igreja de Sta Maria convertida no Museu municipal e imagem panorâmica da vila avistada da entrada do castelo.

E se da entrada do castelo, por se encontrar num local sobranceiro, se avista a vila, de vários pontos estratégicos desta também se avista ao longe (ou nem tanto) o castelo.

O Castelo propriamente, com a sua torre de Menagem numa extremidade e a Cisterna na outra.

E porque aprecio bastante visitar castelos, explorei este um pouco mais.

Mas se a vila em si, pode ser de perder a respiração, de tão cativante, o mesmo se pode dizer da paisagem circundante. Da localização privilegiada e altaneira da vila, vislumbra-se uma paisagem deslumbrante num misto de natureza inexpugnável e transformada pelo Homem.

Na Vila de Marvão localiza-se também uma das Pousadas de Portugal, a Pousada de Sta. Maria.

Com uma vista privilegiada sobre a paisagem, através das suas áreas envidraçadas, foi muito agradável apreciar uma bebida fresca num dia quente, sentada no seu Bar.

Depois de descobrir a vila medieval, havia chegado a altura de regressar ao ponto de partida.

O Posto de Turismo…

…e a Porta de Rodão

Para terminar este artigo sobre a vila medieval, deixo imagens do seu castelo iluminado pela noite.

4 thoughts on “Um pouco mais perto do ceu

  1. Olá querida amiga,

    Desculpe-me nao deixar mais nenhum comentário aqui, ando trabalhando demais e o tempo está apertado.Nao consigo nem fazer posts mais vezes no meu site.
    Suas férias foram maravilhosas. Lugares lindos e inesquecíveis.
    Adoro Portugal, minha avó materna é portuguesa de Cascais e conheço algumas lindas cidades deste país deslumbrante. Aliás, sou descendente de várias culturas bem diferentes: meu avô materno é polonês, minha avó materna portuguesa e do lado de meu pai só dá alemao.
    Adorei as fotos e seu relato.
    Tenha uma maravilhosa semana e obrigada pelos sempre gentis comentários no meu site.
    Um grande beijo!

    • Olá Ângela!!!!

      Espero que o trabalho que a tem absorvido tanto e diminuído o seu tempo livre, seja a fazer algo que lhe dá imenso prazer, e que resulte numa obra fantástica.

      Obrigada pelo seu comentário atencioso, esclarecedor e simpático.
      Beijinhos

  2. Que post bacana.

    Acabo de conhecer uma cidade pequenina, que muito me encantou e ainda não tinha nem ouvido falar. Adoro descobrir novos lugares.

    Quando for à Portugal já tenho uma lista enorme de lugares que quero visitar, pois só conheço Lisboa e imagino que as cidades menores sejam mais pitorescas.

    Ps: Você fez uma analise perfeita sobre os lugares “por ondei andei”. Acertou todos!!!

    Beijo

    Claudia

    • Admito que estava curiosa para saber se tinha adivinhado ou não, nos 3 países que visitou em 10 dias. Por vezes há desafios que não consigo recusar.
      Marvão também foi uma agradável descoberta para mim, apesar de várias pessoas já me terem recomendado o local.

      Fico contente por ter descoberto através deste meu artigo um local que gostou e que desconhecia.

      Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s