A Igreja do Grande S. Martinho, Colónia

Ao passear pela área pitoresca junto à margem do rio Reno em Colónia, questionei-me bastante acerca da torre bastante proeminente que se destacava perante a altura dos restantes edifícios envolventes.

Tratava-se da torre da Igreja do Grande São Martinho (em alemão: Groß Sankt Martin, ou simplesmente, Groß St. Martin), uma igreja românica católica.

As fundações da igreja (de cerca de 960 d.c.) descansam em restos de uma capela romana, construída sobre o que era então uma ilha do Reno.

A igreja foi mais tarde transformada num mosteiro beneditino.

O edifício actual, incluindo a torre que é um marco histórico da Cidade Velha, foi erguido entre 1150-1250. A arquitectura da sua extremidade oriental forma um plano  triconche ou trevo, composto por três absides em torno do cruzamento. A igreja foi bastante danificada durante a Segunda Guerra Mundial, e as obras de restauro foram concluídas em 1985.

Desde 2009 a Igreja do Grande S. Martinho é usada por um ramo da Fraternidade Monástica de Jerusalém e está aberta para visitas novamente.

No interior da Igreja o que mais despertou a minha atenção foi a “moldura” de mosaicos no chão que envolve o altar mor.

Estes são alguns pormenores desses mesmos mosaicos:

Por mera curiosidade, Colónia possui 12 igrejas romanas, como este site elucida.

4 thoughts on “A Igreja do Grande S. Martinho, Colónia

    • Olá Angela!

      Devo admitir que realmente trocaste uma cidade fantástica por outra igualmente encantadora, cada uma com as suas especificidades, claro. Adorei a “tua” cidade actual e o muito que tem para oferecer.
      É impossível não gostar desta igreja sobretudo da sua encantadora torre, que antes de saber de que era, fantasiei que poderia ser da Rapunzel…
      Beijinhos e óptima semana.

  1. Aqui está uma cidade que conheci muito pequena e que pouca memória tenho.
    A minha última passagem por lá ocorreu em 1992, por acaso, pois estava de regresso à Bélgica vinda de Berlim e perdi a última ligação de comboio. como já se fazia tarde passei a noite na estação ao lado da Catedral. Diga-se que foi uma noite ao estilo “Nova Iorque fora de horas” de Martin Scorsese. Nada que me impeça de voltar lá, pois a cidade é muito interessante.
    Beijinhos

    • Olá Olá!!!!

      Já sentia a tua falta por aqui, mas sobretudo sinto saudades de estar contigo pessoalmente. Hoje comprei uma coisa para a nossa menina linda, que acho que ela vai gostar (e tu também claro).
      1992???? Acho que precisas de rever muitos locais na Alemanha num futuro próximo, e de preferência numa rota que passe por aqui perto também😉

      Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s