Quadra Natalícia, particularmente pródiga a nível cinematográfico

Nos últimos dois domingos fui ao cinema com o meu dois palmos, assistir a filmes que tinham estreado na Alemanha nessa semana, e que eram vocacionados para crianças, claro.

O tema de ambos os filmes é recorrente e próprio desta época do ano, o Natal e o Pai Natal.

Recomendo ambos, principalmente se já tiverem entrado no espírito Natalício, e sobretudo se tiverem crianças que vos acompanhem, porque vibram só da forma como elas deliram com este género amoroso, ternurento e sempre com uma moral da história a salvaguardar que estes filmes não se cansam de transmitir. Pelo menos o meu dois palmos manteve-se sempre muito atento e deliciado com estes filmes. (Mas reconheço que ele não é do tipo difícil de agradar e gosta bastante de ir ao cinema, em especial acompanhado por um saco de pipocas).

O primeiro foi um filme de animação, cujo titulo original é “Arthur Christmas” e as companhias de produção são dos EUA  e do Reino Unido respectivamente a Sony Pictures Animation, e a Aardman Animation. Por certo pode dizer-se: “é possível encontra-lo num cinema perto de si”, pois é difundido internacionalmente.

Não pretendo substituir o site oficial e revelar a história do filme. Refiro apenas que é uma versão bastante moderna e altamente tecnológica, de como tudo funciona no Polo Norte para permitir que todas as crianças recebam as suas desejadas prendas natalícias, na data e horário certos.

O segundo filme, em contrapartida não é um filme de animação, apesar de possuir 2 figuras animadas (dois elfos), mas não falta a magia e o mundo encantado típicos das histórias com o Pai Natal.

O titulo original do filme é: “Als der Weihnachtsmann vom Himmel fiel” (Quando o Pai Natal caiu do céu) e trata-se, como o próprio titulo indica, de um filme alemão, e assim sendo originalmente falado em alemão.

As companhias de produção deste filme foram: a Bavaria Film (que se localiza nas imediações de Munique e que possui um parque de diversões que merece uma visita); a Wega Film (que é de Viena, Áustria), Kiddinx Filmproduktion (de Berlim) e aZweites Deutsches Fernsehen (ZDF) (canal de televisão alemão).

Será expectável que ao contrário do primeiro filme, este só seja possível assistir numa sala perto de si, na Alemanha e na Áustria… pelo que se não mora, nem tenciona visitar num futuro próximo um destes países, poderá só conseguir ficar com uma ideia do filme através do seu trailer.

A localização das filmagens deste filme foram a Áustria e a Alemanha, e à conta disso suponho que foi a primeira vez (ou uma das poucas), em que facilmente reconheci e soaram-me familiares alguns dos locais que surgem no filme. Os Alpes ou o Designer Outlet Salzburg (que se localiza nas imediações da cidade de Salzburgo) foram dois dos casos flagrantes disso mesmo.

A história do filme é muito engraçada, e não faltam os típicos quebra-nozes gigantes, que foram apelidados pelo meu dois palmos como os robots, pois é um pouco essa a função de milícia robot, a que interpretam no filme.

O filme possui algumas peculiaridades que despertaram bastante a minha atenção, por se afastarem das ideias convencionais pré estabelecidas, mas como não quero assumir uma atitude de “spoiler”, prefiro não mencionar as mesmas.

Termino este artigo apenas dizendo: se gostam da época Natalícia, em termos de oferta cinematográfica, umas óptimas idas ao cinema… e desfrutem ao máximo da alegria, da fantasia e da animação que encontram à disposição.

Advertisements

12 thoughts on “Quadra Natalícia, particularmente pródiga a nível cinematográfico

  1. Pingback: Weihnachtsdorf da Residenz, um dos Mercados de Natal de Munique | Turista Ocasional

    • Espero que sim… o meu dois palmos apreciou bastante os dois filmes de Natal a que assistiu, e ainda existem uns quantos que espera igualmente ver quando estrearem.
      Eu adoro ir com ele ao cinema e sentir a sua alegria, atenção, e posterior entusiasmo quando os tenta descrever.

      Beijinhos

  2. Tenho pena que os filmes europeus não tenham muito sucesso por terras lusas. Não me importava nada de ir ver esse filme de natal Alemão. Por aqui ainda não é hora de voltar a percorrer as sessões de cinema. A minha um palmo ainda não consegue estar tanto tempo no mesmo sítio, nem idade tem para frequentar tais salas.
    Beijinhos

    • Pois… o merchandising, publicidade e capacidade de difusão associada aos filmes americanos tornam-nos muito mais atractivos em território europeu, vencendo com larga margem a concorrência dos filmes do próprio território europeu e país.

      Mas fica uma promessa, quando este filme alemão de Natal tiver entrado no circuito de dvd, eu ofereço-to.

      Quando tua um palmo (e se me permites um pouco “minha” também), tiver mais palmos, quem sabe não iremos todos juntos ao cinema, com os palmos. 😉

      Beijinhos

  3. Pingback: Há outlets e outlets… | Turista Ocasional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s