Mercado de Natal da Ilha da Mulher

Na Baviera existe um lago, o Chiemsee, que possui duas ilhas principais, a ilha do Homem (Herreninsel) e a Ilha da Mulher (Fraueninsel). O Chiemsee dista de Munique cerca de 89km e de Salzburgo, na Áustria cerca de 66 km.

Na ilha do Homem, a atração principal é indiscutível. Um palácio que foi inspirado no de Versalhes de Paris. É um dos três palácios que foi mandado construir pelo rei Ludwig II da Baviera. Mas será num artigo futuro que a visita a esta ilha será abordada.

Na Ilha da Mulher a atracção principal é o Convento de freiras, com a logística associada ao mesmo. Mas esta é uma ilha com vida própria, pois trata-se de uma ilha piscatória, povoada por diversas casas particulares. A visita turística a esta ilha também será objecto de um artigo futuro.

A visita a esta ilha da Mulher, descrita no artigo de hoje, foi feita com um propósito bem definido e concreto: visitar o Mercado de Natal espalhado pela ilha. Tal é um acontecimento que ocorre apenas durante dois fins-de-semana do Advento, e este ano correspondeu aos dois primeiros fins-de-semana.

Esta visita foi feita no ultimo dos dias deste mercado, ou seja, no passado domingo, dia 4 de Dezembro. Para informações mais detalhadas acerca da disposição das tendinhas deste Mercado de Natal na ilha e do seu teor, espreitem este folheto disponível.

Uma das principais particularidades deste Mercado de Natal, é que é o único na Alemanha, pelo menos que eu tenha conhecimento, que ocorre numa ilha.

Estas são algumas das imagens tiradas durante a viagem de barco até à ilha da mulher, desde Prien e com uma breve paragem na ilha do Homem durante o percurso.

E este o acolhimento imediato na Ilha da Mulher, depois de sair do barco e “entrar” na ilha.

O Mercado de Natal da ilha surpreendeu-me bastante pela positiva.

Admito que a expectativa prévia que tinha criado, era a de que o mercado em si, valia mais pela sua localização idílica que possuía do que pela oferta de artigos que apresentava. Enganei-me totalmente neste segundo aspecto.

Este mercado possui efectivamente uma oferta de artigos bastante diversificada, comparável ao que tanto admiro em dois dos de Munique: em menor escala que o mercado das ideias do Tollwood mas maior que o mercado dos artistas de Schwabing.

Trata-se sem duvida alguma de um mercado que não se limita a oferecer apenas o que é convencional encontrar nos Mercados de Natal alemães, mas também possui diversos géneros de artigos de artesanato, não necessariamente relacionados com o Natal. É um local onde se podem encontrar nomeadamente presentes natalícios originais.

Possui tendas que revelam as próprias especificidades daquele local, como o facto de em termos gastronómicos, predominar o peixe pescado no lago ao invés das típicas salsichas.

As composições de fotos seguintes ilustram um pouco a oferta diversificada de artigos que este mercado possui.

Foi na barraquinha correspondente à terceira imagem da composição anterior que comprei mais uma decoração de Natal para a minha árvore.

Até produtos de Alpaca eram vendidos em uma das barraquinhas, e para atestar a qualidade e veracidade da matéria-prima, ao lado estavam expostos dois animais, de onde certamente a matéria-prima era retirada.

Mas o mercado de Natal da ilha nao era composto apenas por pequenas barracas de madeira propositadamente ali colocadas para o efeito durante o período em que decorria este mercado.

Algumas lojas e casas de barcos são convertidas durante este período para albergar produtos deste mercado.

Este é o exemplo de duas casas que serviram esse propósito:

E este o exemplo de uma casa de barco que foi convertida numa “loja” de artesanato em cerâmica, com artigos muito originais.

Um outro exemplo de produtos de olaria:

Mas a principal estrutura da ilha, o convento, nesta altura do ano também vende produtos “handmade” particularmente minuciosos e únicos.

Mas é impossível andar na ilha a visitar o seu Mercado de Natal, sem parar para apreciar também um pouco, do que a ilha tem para oferecer em termos de paisagem.

E para terminar este artigo, nada melhor do que com a ilha na altura da despedida…

8 thoughts on “Mercado de Natal da Ilha da Mulher

  1. Oi Turista,

    Acho que já não vou mais pegar a decoração de Natal na Europa. Que pena. Chego na Áustria, dia 10 de janeiro. Ainda terá muita neve, mas os enfeites de Natal terão ido embora. Adoraria chegar um pouco antes.

    Você gostaria de participar da Blogagem Coletiva: Meus 7 Links? Basta fazer um post seguindo os itens organizados pelo blog Aprendiz de Viajante. Se você topar tenho certeza de que seu post ficará lindo. Você pode faze-lo todo sobre a Alemanaha. Seria fantástico.

    Um beijo

    Claudia

  2. Olá!
    Que maravilha poder visitar esta feira de Natal! Aqui estes mercados tb estão em grande, e eu n perco um.
    Gostava de seguir o seu blogue através dos feeds para saber qd há novidades, será que os podia activar?

    beijinho e bom fim-de-semana

    • Olá Ana!!!
      Eu adoro visitar estes Mercados de Natal, pois têm sempre um ambiente que toca quase o mágico. E admito que apesar de não beber bebidas alcoólicas, agrada-me imenso sentir o aroma no ar do Glüwein, que suponho seja do género do Glögg a que se refere nos seus artigos.

      Tentei fazer o que me pediu, mas não sei se activei os feeds como o deveria ter feito. Espero ter conseguido.

      Beijinho e óptimo fim-de-semana, o terceiro do advento

  3. Pingback: Brinde a um Natal fantástico… | Turista Ocasional

  4. Pingback: Frauenchiemsee, a Ilha da Mulher | Turista Ocasional

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s