Yenidze, um edifício inesperado

Um edifício, dada a sua arquitetura imprevista no contexto arquitetónico a que o centro da cidade de Dresden me “habituou”, prendeu de imediato a minha atenção, assim que vi uma imagem do mesmo num livro turístico que adquiri.

Talvez numa outra cidade, de outro país localizado no oriente, aquele estilo de edifício fosse frequente e usual, mas não em Dresden. Pelo menos não para mim.

Escusado será dizer que se tornou imperativo para mim, vê-lo de perto, mesmo que para tal tivesse que me afastar um pouco do centro do centro histórico da cidade, e da sensação de que todas as atrações turísticas se encontravam bastante próximas umas das outras.

Os meus acompanhantes acederam tacitamente a acompanhar-me. O de dois palmos aliás, não tinha quaisquer motivos para objectar, pois fez a maioria do percurso pedestre sentado no seu carrinho, e empurrado pelo meu outro acompanhante que é indispensável e imprescindível, em qualquer visita que faça.

O edifício a que me refiro encontra-se assinalado no mapa abaixo pelo numero 25 e designa-se de Yenidze (no canto superior esquerdo do mapa, afastado da maioria dos outros locais assinalados no mesmo).

Alem do estilo do edifício surpreendente, o propósito do mesmo, foi algo igualmente inesperado. Admito, dada a arquitetura do Yenidze, pensei que se tratava de uma espécie de mesquita, deslocada no espaço.

No entanto o Yenidze, afinal, era uma antiga fábrica de cigarros de Dresden.

A denominação Yenidze provem de uma área com esse nome que pertenceu ao antigo Império Otomano (atual Genissea na Grécia), onde o tabaco era cultivado. Era também o nome da empresa importadora de tabaco, fundada pelo empresário Hugo Zietz, e que construiu a fábrica.

(Ainda hoje Genissea é famosa pela qualidade superior de tabaco oriental que produz.)

Em 1909, Martin Hammitzsch projetou o edifício no estilo de uma grande mesquita, com uma cúpula de vidro e uma chaminé em forma de minarete.

A cúpula de vidro colorido foi re-vidrada em 1966, usando cores mais contidas.

O Grupo Reemtsma assumiu a produção de cigarros em 1925, e continuou o negócio até 1953, mesmo depois do edifício ter sido parcialmente destruído na Segunda Guerra Mundial. Depois disso, o Yenidze foi usado como um prédio de armazenamento e edifício administrativo para a Associação de Dresden de compra de tabaco.

Em 1996 foi reaberto como um edifício de escritórios, depois de ter sido restaurado no seu estilo original.

Atualmente existe um restaurante situado na sua cúpula, o 1001 Märchen (1001 Contos). Leituras orientais e outros eventos também são realizados regularmente aí.

Em jeito de conclusão deste artigo, deixo apenas imagens do percurso feito junto à margem do rio Elbe, de regresso ao centro do centro da cidade, passando pelo edifício do Kongresszentrum (Centro de Congressos, 49) e o Sächsischer Landtag (Parlamento do Estado da Saxónia, 48).

4 thoughts on “Yenidze, um edifício inesperado

    • Pois, para mim tornou-se mesmo algo que não poderia desperdiçar a oportunidade de ver de perto, por se desviar do que seria expectável em termos arquitetonicos, mas simultaneamente parecer bastante interessante e original ali.
      Beijinhos

  1. Muito bom o esclarecimento sobre o edifício. Eu tive essa mesma sensação que você. Quando vi, me chamou muito a atenção e tive que me aproximar. Infelizmente, os fios do metrô na frente dele, atrapalham um pouco a bela foto que poderíamos tirar dele. Mas valeu a pena ter ido até lá. As vistas da ponte também são fascinantes, um quadro mesmo.
    Dresden é bela! Adorei…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s