Meissen dá um tempo ao tempo

A visita ao museu da Porcelana Meissen continua…

Numa sala com as paredes bordeaux e frases impressas alusivas ao tema tempo, encontra-se uma exposição temporária de Relógios Meissen (entre 15.04.11 e 28.02.12).

A exposição é composta por 23 relógios decorativos e 2 relógios de pulso.

Todos bastante requintados, mas poderão tirar as vossas próprias ilações sobre os mesmos através das imagens e descrições seguintes.

1 – Relógio com Diana
Johann Friedrich Eberlein, 1740, produzido em 1924

2 – Relógio “Polónia”
Johann Friedrich Eberlein, Johann Joachim Kaendler, 1744, produzido em 1850-1900

3 – Relógio com pássaros
Johann Joachim Kaendler, cerca de 1746, produzido em 1850-1900

4 – Relógio “Os quatro elementos”
Friedrich Elias Meyer, cerca de 1750-60, produzido cerca de 1930

5 – Relógio com figuras alegóricas
Johann Joachim Kaendler, 1748, produzido em 1850-1900

6 – Detentor de relógio de bolso
Johann Joachim Kaendler, 1747, produzido em 1850-1900

7 – Relógio com pombos
Michel Victoir Acier, cerca de 1776, produzido em 1850-1900

8 – Relógio com tinteiro
Jean Troy, cerca de 1770, produzido em 1924-34

9 – Relógio com leitura de amor
Ernst August Leuteritz, cerca 1850, produzido cerca de 1950

10 – Relógio “A caça”
Ernst August Leuteritz, 1843, produzido em 1924-1934

11 – Relógio “Alegoria das Artes”
Johann Christian Hirt, 1886, produzido em 1886-1924

12 – Relógio em estilo neo-renascentista
Johann Christian Hirt, 1884, produzido em 1886-1924

13 – Relógio com as musas “Thalia e Melpomene”
Johann Daniel Schöne, Christian Gottfried Jüchtzer, 1870-90, produzido em 1870-1924

14 – Relógio com urna
Ludwig Eduard Martin, 1870-90, produzido em 1870-1924

15 – Relógio com Flora
Konrad Hentschel, 1897, produzido em 1924-1934

16 – Relógio com amantes
Paul Helmig, 1904, produzido cerca de 1950

17 – Relógio “Futuro”
Paul Helmig, 1904, produzido em 1904-1924

18 – Relógio com relevo
Martin Wiegand, 1909, produzido em 1909-1924

19 – Relógio com par de dançarinos
Konrad Hentschel, 1905, produzido em 1905-1924

20 – Relógio com aplicação de flor e estilo de decoração oriental
Emil Paul Börner, 1916, produzido em 1916-1924

21 – Relógio seguro por dois putti (meninos pequenos)
Paul Scheurich, 1920, produzido em 1920-1924

22 – Putto com relógio e flauta
Paul Scheurich, 1940, produzido cerca de 1950

23 – Relógio com casal de noivos e amendoeira
Peter Strang, 1981, produzido depois de 1981

24 – Relógio de pulso feminino “Lady Meissen”
Relógio de pulso masculino “Julius Assmann”
1997/1999

As frases subordinadas ao tema tempo também despertaram bastante a minha atenção, apesar de perceber melhor as que estavam escritas em inglês que as em alemão.

Estas são as minhas traduções livres (muito livres) dessas frases, apresentadas por uma ordem arbitrária.

– “O tempo não anda mais rápido do que antes, mas nós corremos a passar por ele.” George Orwell

– “Não corra atrás do passado e não se perca no futuro. O passado não existe mais. O futuro ainda não chegou. A vida é aqui e agora. “Sabedoria Budista

– “Quando te sentas duas horas com uma miúda pensas que terá passado apenas um minuto. No entanto, se te sentas um minuto junto a um fogão quente achas que teriam sido duas horas. Isso é relatividade. “Albert Einstein

–  “O tempo é um óptimo curandeiro, mas um esteticista pobre.” Desconhecido

– “O tempo é um óptimo professor, mas infelizmente ele mata todos os seus alunos.” Louis Hector Berlioz

– “Nada é um desperdício de tempo se você usar a experiência sabiamente.” Auguste Rodin

– “Um homem que pára de publicitar para poupar dinheiro é como um homem que pára um relógio para economizar tempo.” Henry Ford

– “Com o tempo arrependemo-nos de todos os pecados que cometemos, e também de alguns que não fizemos.” Brigitte Bardot

– “Não existe pouco tempo que temos, mas muito tempo, que nós não usamos.” Lucius Annaeus Seneca

– “Relógios e crianças não devem ser constantemente lembrados: Eles também devem ser deixados.” Jean Paul

– “Prosperidade é quando as pessoas têm mais relógios que tempo. ” Desconhecido

– “Mesmo um relógio parado, está certo duas vezes por dia.” Marie von Ebner-Eschenbach

– “Há ladrões que não são punidos pela lei, mas roubam o povo o bem mais precioso: o tempo “de Napoleão Bonaparte.

2 thoughts on “Meissen dá um tempo ao tempo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s