Algumas das Igrejas de Viena

O Centro da cidade de Viena é pródiga em edifícios religiosos, e apesar da Catedral de Sto. Estevão ser indiscutivelmente a igreja mais importante e principal da capital austríaca, não é a única que merece ser visitada.

Este artigo pretende assim apresentar outras das igrejas que se podem encontrar no centro da cidade.

Igreja de S. Pedro (Peterskirche), localizada na Petersplatz. A actual igreja católica romana, foi construida no estilo Barroco por Gabriel Montani entre 1702-1708 e concluida em 1732 por Hildebrandt (o conceituado arquitecto do Palácio Belvedere).

Esta igreja terá ocupado o lugar do mais antigo local sagrado cristão, de Viena, uma vez que uma igreja terá estado neste local desde a segunda metade do século IV. Segundo a lenda, Carlos Magno terá fundado uma igreja maior neste mesmo local em 792.

Igreja am Hof ou Igreja dos Nove Coros de Anjos (Kirche am Hof), localizada a sul na Platz am Hof, em concreto na Schulhof 1.

A igreja de estilo gótico foi construída entre 1386 e 1403 pela Ordem Carmelita e substituiu a capela da corte anterior do palácio Babenberg. Como igreja do convento de uma ordem mendicante, não tem torre sineira (nem qualquer outra torre). Em 1554, a igreja foi dada à Ordem Jesuita. Em 1662, a viúva do imperador Ferdinand III, Eleonore von Gonzaga, deu ordens para a remodelação da fachada da igreja.

Tal foi feito em estilo barroco inícial e deu origem ao “Altane”, uma extensão tipo varanda que incorpora toda a area de entrada, e que é digna de referencia. As partes centrais da igreja foram preservadas no seu estilo original gótico. Após a dissolução dos Jesuites nas terras dos Habsburgos em 1773, a igreja tornou-se  uma Garnisonskirche (igreja militar).

Igreja de S. Miguel (Michaelerkirche), localizada na Habsburgergasse 12, junto à Michaelerplatz.

A igreja dedicada ao Arcanjo São Miguel, é uma das mais antigas igrejas de Viena, e também um dos seus poucos edifícios românicos. Ao longo do tempo, foi alvo de muitas alterações, resultando no seu aspecto actual, inalterado desde 1792. Esta igreja, costumava ser a igreja paroquial da corte Imperial (na altura denominada de “Zum Heiligen Michael ‘).

Ao longo de sua longa história, que abrange mais de oito séculos, a igreja tem incorporado uma mistura de estilos arquitectónicos. A igreja é um edifício românico tardio, e gótico inicial que data de cerca de 1220-1240. Existe um documento que dá 1221 como a data de fundação da igreja, mas esta é provavelmente uma falsificação do século XIV.

Igreja Votiva (Votivkirche), localizada na Rooseveltplatz 8, perto da Câmara Municipal da cidade, é um dos edifícios religiosos de arquitectura neo-gótica mais importantes no mundo.

A origem da igreja derivou de um ataque ao ataque ao imperador Franz Joseph pelo nacionalista húngaro János Libényi a 18 de Fevereiro de 1853. O imperador tinha ido dar um passeio a uma das cidades bastião com um dos seus oficiais, o conde Maximilian Karl von Tyrconnell Lamoral O’Donnell, quando Libényi aproximou-se dele por trás e esfaqueou o imperador no pescoço. Felizmente, Franz Joseph quase sempre usava um uniforme com uma gola alta, que era feita de material muito resistente e quase completamente fechado no pescoço. Apesar de Franz Joseph ter sido ferido e sangrado, essa gola do uniforme salvou a sua vida.  Libényi foi posteriormente levado a julgamento e condenado à morte por tentativa de regicídio. Ele foi executado na Heide Simmeringer.

Após o ataque mal sucedido de 18 de fevereiro de 1853, o irmão de Franz Joseph, Ferdinand Maximilian Joseph, que mais tarde foi imperador do México, pediu à comunidade doações para uma nova igreja no local do ataque. A igreja pretendia ser uma oferta votiva pelo resgate de Franz Joseph e “um monumento de patriotismo e de devoção das pessoas para com a Casa Imperial.”

Igreja Nacional Italiana de Maria das Neves (Minoriten Kirche), igreja da comunidade Italiana em Viena, localizada na Minoritenplatz 2A. Trata-se de uma igreja construída no estilo gótico francês.

O local onde a igreja está construída foi dado aos seguidores de Francisco de Assis, em 1224. A pedra fundamental foi colocada por Premysl Ottokar II em 1276. O Duque Albrecht II mais tarde apoiou o processo de construção, em especial o portal principal. O coro gótico Ludwig foi construído entre 1316 e 1328, e usado como um mausoléu nos séculos XIV e XV. A construção da igreja foi concluída em 1350.

Quando Joseph II deu à Igreja aos italianos como um presente, eles transferiram o nome de Maria Schnee (“Maria das Neves”) de uma capela próxima, que foi posteriormente destruída.

Igreja de S. Carlos (Karlskirche) localizada na Kreuzherrengasse 1.

Trata-se indiscutivelmente de um dos maiores e mais interessantes edifícios de Viena. Esta igreja com um estilo incomum Barroco foi encomendada pelo imperador Karl VI em 1715 em agradecimento por orações respondidas (ele tinha prometido em 1713 que se a peste negra deixasse a cidade, o que aconteceu, que mandaria construir uma igreja dedicada ao seu homónimo, S. Carlos Borromeo, um bispo italiano do século XVI  famoso por ministrar às vítimas da peste Milanesa). Foi também projectada para glorificar o Império Habsburgo.

O mestre barroco Johann Bernard Fischer von Erlach fez o trabalho original de 1716-1722. Após sua morte em 1723, seu filho assumiu o comando e conduziu o projecto até a sua conclusão em 1737. JM Rottmayr pintou muitos dos afrescos no interior da igreja entre 1725-1730.

Este artigo não pretende ser exaustivo.

Viena possui muitas outras igrejas, pelo que estas são apenas algumas das que se podem encontrar na capital Austríaca.

7 thoughts on “Algumas das Igrejas de Viena

  1. VIVA!
    Viena possui uma inegável riqueza e variedade em património religioso.
    As grandes igrejas são mais que muitas e cada qual a mais rica e interessante.
    PETERSKIRCHE, possui uma particularidade lendária: teria sido construída uma igreijinha sobre umas pedras dum edifício romano, por Carlos Magno, após a vitória sobre os bárbaros.
    Bjinhos

    • Bom dia Bruna!!!

      Viena é uma cidade repleta de locais deveras deslumbrantes e interessantes. Por certo ficaram muito bem impressionada com tudo o que a cidade tem para oferecer aos mais diversos níveis.
      É sempre muito agradável ter um feed-back positivo em relação aos artigos que escrevemos.

  2. Eu nao conhecia o seu blog, e ontem alguem no twitter indicou esse seu post, e como Viena e a Austria nao sao locais mto frequentes nas viagens de brasileiros, adorei saber q existia um blog com bastante infos sobre esses lugares!! Vai ser um viagem em familia, ja enviei os links para o pessoal!!
    =)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s