Castelo Trakoscan

O castelo Trakoscan é considerado o castelo mais popular e mais visitado desta Região Norte da Croácia. Não é assim surpreendente que tenha elegido a visita ao mesmo como um dos passeios fora do centro da cidade de Zagreb.

O mapa seguinte ajuda a localizar tanto este castelo como a cidade referida no artigo anterior em relação à capital Croata, Zagreb. Em termos de distancia, o castelo dista cerca  de 83km de Zagreb.

Não se sabe ao certo quando nem por quem este castelo foi construído, mas assume-se que tal tenha sucedido no século XIV. Serviu como fortaleza. Encontram-se nas suas fundações vestígios de castelos românicos simples dos séculos XII e XIII. Ao longo dos tempos o castelo foi alargado várias vezes. O Imperador Maximilian II governou o castelo no século XVI. Em 1569, ele deixou a Josip II Drašković, Ban (titulo nobiliárquico um tanto idêntico a Vice-rei) e bispo de Zagreb, para administrar o castelo.

Mais tarde, o castelo tornou-se propriedade da família Drašković, excepto durante um intervalo de alguns anos em meados do século XVII, quando pertenceu a Nikola Zrinski.

Trakoscan adquiriu o seu aspecto actual no século 19, quando foi renovado no estilo neo-gótico. Com o seu belo jardim público, um parque florestal e um grande lago artificial, o castelo possui uma vista impressionante e apaixonante.

Um pouco mais da história associada a este castelo, podem encontra-la aqui em inglês (o site possui também em outros idiomas, mas não em português) .

Estes são os cartazes que se encontram na base da colina, perto do parque de estacionamento que serve o castelo e as suas imediações.

Depois de deixar o parque de estacionamento, eis que comecei o percurso ascendente até ao Castelo.

Tal é possível, sempre seguindo um percurso em expiral até ao castelo, ou a partir de um certo nível subindo umas escadas estreitas em madeira sempre em linha recta e sem grande protecção lateral, proporcionando um percurso mais directo e curto, mas também mais acidentado. (Na subida optei pelas escadas, apesar da minha constante sensação de vertigens, enquanto na descida optei pelo caminho mais longo e panorâmico).

O Castelo foi convertido num museu  que se encontra aberto entre Abril e Outubro das 9h às 18h e nos restantes meses das 9h às 16h.

No livro turístico que adquiri, é vinculada a informação que o mesmo só pode ser visitado por marcação. No entanto tal não se afigurou necessário quando cheguei à bilheteira à entrada do castelo, pois pude adquirir o ingresso de entrada de imediato e começar logo de seguida a visita ao seu interior.

No interior do Castelo/museu, não é permitido tirar fotografias, mas posso assegurar que a visita vale bem a pena com tudo o que o mesmo possui, e todas as salas e espaços possuem informação acerca do que a compõe.

Estas foram as primeiras fotos tiradas depois da visita ao interior do castelo.

E estas captadas durante o percurso descendente depois de deixar o castelo.

Termino esta visita ao Trakoscan, com imagens do castelo avistado do lago, num dia cinzento…

2 thoughts on “Castelo Trakoscan

    • Este Castelo é deveras interessante e a sua localização ainda o consegue valorizar mais.
      Eu também tenho imensa curiosidade em visitar Dubrovnik, pois a avaliar pelas imagens da região, tem mesmo imenso charme e é sedutor.
      Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s