Lago Plansee, ainda que só de passagem

Depois da visita à Wieskirche (1), descrita no artigo anterior, a viagem continua pela B17 até às imediações do Palácio Neuschwanstein (2), destino principal do percurso e por isso assinalado no mapa com uma estrela. No entanto, como este palácio já foi objecto de um dos meus artigos neste blog, curiosamente do meu segundo artigo,  será o local seguinte, assinalado no mapa, que abordarei hoje.

No entanto antes de passar para o terceiro local, convém esclarecer que implica fazer algumas cedências por uma questão de tempo.

  • Primeiro, implica visitar apenas o Palácio Neuschwanstein e preterir de visitar o Palácio Hohenschwangau (palácio do herdeiro da coroa, Príncipe Maximilian da Bavaria, pai do Rei Ludwig II da Baviera e onde este ultimo passou parte da sua infância).

O Palácio Hohenschwangau fica também nessa área e é possível adquirir um bilhete combinado para a visita a ambos no mesmo dia, o denominado Königsticket (este ano o preço normal é de 23€).

Por falar em bilhetes, o preço do bilhete para visitar apenas o Palácio de Neuschwanstein é de 12€, mas caso tenham tempo e interesse podem achar preferível adquirir um outro bilhete, o designado “Kombiticket Königsschlösser” que custa 24€ e permite visitar uma vez, os 3 palácios do Rei Ludwig II da Baviera (Neuschwanstein, Linderhof e Herrenchiemsee, cujos ingressos isolados custam respectivamente: 12€+8,5€+8€), e tem um prazo de validade de 6 meses.

  • Segundo, implica não despender muito tempo nos lagos que circundam a area, e que se vislumbram do Palácio Neuschwanstein, um dos quais se encontra próximo de uma das extremidades do parque de estacionamento.
  • Terceiro, implica preterir de visitar a encantadora e muito interessante cidade de Füssen, que fica nos arredores, e é a cidade principal dessa região.

Claro que cada um cria livremente o seu próprio roteiro, e pode preferir visitar estes  locais alternativamente, ao invés de continuar com a minha proposta de roteiro. Também por isso é que faço questão de os salientar.

Mas voltando à minha proposta de roteiro, depois da visita ao Palácio Neuschwanstein (2), o percurso continua em direcção à Áustria ainda que só de passagem. Neste caso convém referir que como a proposta não implica entrar numa autoestrada na Áustria, não precisam de se preocupar com terem que adquirir uma vinheta para esse efeito.

O objectivo é assim entrar na Áustria, apenas para aceder a uma estrada panorâmica através da qual se volta a entrar na Alemanha, para se chegar ao local assinalado no mapa com (4).

Saindo do parque de estacionamento do Hohenschwangau, continua-se então pela B17 em direcção a Reutte/Tirol, e passa-se ao lado da cidade de Füssen antes de entrar na Áustria. Já na Áustria segue-se na B179 em direcção a Innsbruck – Reutte – Fernpaß, Depois de passar Reutte, pouco depois, à esquerda entra-se na B198 e uma vez mais à esquerda, continuando nesta até à Kreckelmoosstraße e depois até ao Plansse. (Por hoje acabaram-se as indicações de percurso, mas para o seguirem mais facilmente, sugiro por exemplo através das direcções dadas aqui, no site do via michelin, ou simplesmente, colocando no GPS como morada de destino Linderhof, Linderhof 12).

Chegados ao Lago Plansee (3), não proponho uma longa pausa, mas sim no máximo uma curta para apreciar a paisagem, já que o objectivo principal não é dispender muito tempo, mas enquanto se viaja até ao destino seguinte, se poder desfrutar de vistas idílicas.

Eis o exemplo das que obtive ao passar por lá.

O lago Plansee é, com uma área de 280 hectares, alem do Lago Achensee, o maior lago no Tirol. O lago é caracterizado pela excelente qualidade da água, como as imagens anteriores, onde sobressai o azul cristalino, deixam transparecer.

Aninhado no coração dos Alpes Lechtal e as cadeias de montanhas Wetterstein e Mieminger, situa-se a 976 m de altitude e possui uma profundidade máxima de 78 m.

3 thoughts on “Lago Plansee, ainda que só de passagem

  1. Pingback: O Palácio Linderhof | Turista Ocasional

  2. Primeiramente obrigado pelas dicas, estão muito didáticas!
    Alugando um carro na Alemanha fazendo este trajeto pela Austria o que é necessário para o carro?
    Obrigado
    Alexandre

    • Boa tarde Alexandre!

      Como referi, como a parte do percurso que é feita na Áustria, não é feito por autoestrada, não precisa de adquirir nenhuma vinheta para circular pelas autoestradas austríacas.
      Assim não precisa de nada especial para o carro, apenas de combustível, mas a esse nível em geral é mais barato abastecer na Áustria do que na Alemanha😉
      Caso lhe surjam outras dúvidas, não hesite em coloca-las. Caso eu saiba e possa ajudar, fá-lo-ei.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s