Para consumo interno na Alemanha e na Baviera

Hoje o que abordo aqui são dois filmes. O primeiro estreou a 7 de Junho e o segundo estreará a 26 de Julho de 2012.

Ambos são documentários e tem como actriz principal a Alemanha, o segundo mais especificamente o estado da Baviera.

Não são filmes tipicamente turísticos, mas em muitos casos poderiam ser. Mas não deixam de ser uma outra forma de visitar um pais fantástico (eu pelo menos considero-o assim, nomeadamente em termos de diversidade e oferta turística), neste caso sem sair do lugar, a cadeira de uma sala de cinema.

Eu sei que os filmes documentários, em geral não tem muita afluencia de publico, nem mantêm-se em cartaz durante um considerável periodo de tempo. Filmes que abordam em termos espaciais algo tão especifico e restrito ainda menos. E o facto do audio ser apenas em alemão também não ajuda muito.

Mas ainda assim permitam-me que manifeste a minha indignação por tais filmes só serem para consumo interno alemão, e não serem transmitidos em outras salas de cinema fora do país.

Estes são os respectivos filmes, e se não de outra forma, pelo menos podem apreciar os trailers em qualquer país, e não apenas na Alemanha:

Deutschland von Oben (Alemanha de cima)

Bavaria – Traumreise durch Bayern  (Bavaria – Viagem de sonho pela Baviera)

… Para ser mais precisa, o Filme Deutschland von Oben, já pode ser visto numa qualquer sala do mundo,  pois entrou em comercialização em DVD e BluRay (com audio apenas em alemão). Tal confirma a ideia que um documentário tão especifico, nao se mantém muito tempo em cartaz, mesmo quando é no pais que aborda.

4 thoughts on “Para consumo interno na Alemanha e na Baviera

    • Nem por isso. É que em geral os filmes estrangeiros na Alemanha são dobrados e não legendados, logo um filme que originalmente é já em alemão, ninguem se preocupa com legenda-lo em outros idiomas. Daí a máxima do “para consumo interno”.
      Beijinho

      • Pois, para mim também seria preferível que o audio fosse em inglês, ou que pelo menos tivesse legendas nessa língua, por exemplo. O que vale é que acho que nestes casos aplica-se mesmo a máxima “uma imagem vale mais que mil palavras”, e panorâmicas fantásticas é mesmo o que não falta, recolhidas do ar através de helicóptero, bem como recolhidas em maior detalhe proximidade, da terra.
        Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s