Num dia frio digno de Inverno…

Num dia frio digno de Inverno, nem sempre o programa ideal é ficar em casa a aproveitar o calor agradável interior…

Mas andar pelas ruas ao frio também não reúne consenso, muito pelo contrário, é uma opção descartada logo à partida.

O que é sempre uma óptima escolha quando o dia nasce e mantém-se frio, é visitar um museu, e com tantos que Munique tem para oferecer, a dificuldade é escolher um.

Optei pelo Münchner Stadtmuseum, ou se preferirem Museu Municipal de Munique. Mas estava consciente, que dada a dimensão do museu e os vários domínios que o mesmo abarca não o visitaria de forma extensiva (todas as suas áreas). Procurei no entanto visitar de forma mais intensiva (com algum tempo e atenção ao detalhe) apenas algumas.

A melhor forma de ter uma noção da real dimensão deste museu é do ar. O extenso local compreende dois amplos pátios interiores que são emolduradas por quatro edifícios extraordinariamente diversos.

O mais antigo deles, o arsenal histórico foi construído em 1500, e esta voltado para a  St.-Jakobs-Platz. O anexo de colecções, foi projectado por Gustav Gsaenger em fins da década de 1950, e estende-se até ao Rindermarkt; os estábulos reais medievais foram reconstruídos em 1977 e chegam até à Sebastiansplatz.

Tanto em termos da sua dimensão física como do alcance das suas colecções é o maior museu municipal da Alemanha. O valor das suas colecções é incalculável.

Mas afinal, que domínios são abrangidos neste museu?

No âmbito das exposições permanentes possui uma colecção de instrumentos musicais,  o Nacional Socialismo em Munique, Teatros de Marionetas e atracções de Feiras Populares, e Munique Típica.

No âmbito das exposições temporárias pode-se usufruir actualmente do Sound Lab.1 (onde o som é a palavra de ordem); a Tipografia do Terror com posters em Munique de 1933 a 1945; e FORUM 028: Anke Heelemann – Rearranjos, uma instalação de condor fotográfico.

Uma das vantagens de se viver perto de um museu, é a sensação de se poder voltar lá em breve e visitar o que não se visitou da primeira vez. Fica-se indiscutivelmente com uma impressão mais despreocupada e descontraída quando se visita um museu com essa premissa na cabeça, eu pelo menos fiquei.

Atendendo a que um dos meus acompanhantes na visita a este museu, foi o meu querido e indispensável três palmos, a escolha recaiu sobre duas áreas  que achei que seriam as que lhe agradariam mais: a colecção de Instrumentos Musicais e a de Teatros de marionetas e atracções de feiras populares.

A Coleção de Instrumentos Musicais remonta a 1940, tendo evoluído a partir da coleção particular de Georg Neuner (1904-1962). Por quase 50 anos está alojada  no quarto andar do museu. Mais de metade da actual colecção, que compreende cerca de 6000 instrumentos e fontes de som, é oriunda de fora da Europa. A exposição pública representa apenas um quinto do quanto o museu realmente possui. Graças a sua grande diversidade, a colecção é uma das líderes de seu tipo na Alemanha.

Já a exposição de Teatro de Marionetas e de atracções de Feiras Populares foi inaugurada em 1984 e pode ser encontrada no terceiro andar do museu.

Numa área que se estende por 20.000 m², apresenta uma colecção transversal do conjunto, enquanto a maioria é mantida armazenada. Claramente organizada por temas, a exposição convida os visitantes a um passeio pela história de marionetas, desde o século XIX.

Uma sala adjacente exibe itens de feiras populares e de diversões que giram em torno dos temas relacionados “Diversão Popular” e “a Oktoberfest de Munique.”

Talvez em outro dia invernil, não necessariamente ditado pela estação Inverno segundo o calendário, regresse a este museu, para visitar outras áreas/andares, que ficaram por ver desta vez…

Advertisements

6 thoughts on “Num dia frio digno de Inverno…

  1. Querida Turista:
    Pois é, eu ficaria no vosso grupo, entretida com a vossa escolha: colecções que tanto agradam ao três palmos como aos que têm muitos mais palmos…
    Adorei o referente às marionetas e o das feiras populares. Fiquei com o olho pendurado no carrocel.
    Acho que sim, vivendo nessa cidade, pode visitar as vezes que quiser esse belo Museu. Tanto para ver, que bom. Os instrumentos musicais devem ser um tesouro. Os principais fabricantes, para além de Itália eram da Alemanha.
    Beijinhos e bom fim de semana.

    • Muito bom dia e optimo fim-de-semana!

      Também achei que iria gostar destas opções no museu, dado o seu comentário em relação ao Museu Municipal de Lindau.

      O meu três palmos adorou estes dois andares de exposição, afinal ele aprecia bastante teatros de marionetas, e tem muita curiosidade com os instrumentos musicais querendo sempre experimentar e emitir sons com eles…

      Também tinha essa ideia em relação aos principais fabricantes de instrumentos musicais, mas muitos dos instrumentos que estavam em exposição eram oriundos do oriente.

      Beijinhos

  2. Olá:
    Penso não ser a 1ª vez que afirmo ter inveja de se viver num lugar tão recheado de oportunidades de entretenimento e aprendizagem cultural.

    O Museu arquitectonicamente deve ter sofrido vários acrescentos ao longo dos séculos, o que explica, penso eu, os dois pátios interiores, situação que aconteceu no Louvre, devido ao mesmo motivo.

    As secções porque optou valeram bem a pena! São deliciosos, sobretudo as marionetes, o carrocel, alguns instrumentos musicais.
    Bom fim de senana
    Beijinho

    • Bom dia!

      Realmente Munique é muito rica em termos de oferta cultural, e não me refiro apenas em termos de Museus.
      Mas também não se pode dizer que não hajam opções a esse nível em Portugal.

      Sim concordo consigo, o Museu ao longo dos séculos foi alvo de expansões, que se tornam evidentes mesmo em termos dos estilos arquitectónicos, dos vários edifícios que compõem o museu.

      Também acho que as secções que escolhi do Museu, foram boas apostas, e muito apreciadas pelo meu três palmos

      Bom fim-de-semana.

      Beijinhos

  3. Cara “Turista”

    Admito que, visitar museus, não é o meu passatempo preferido, em dias de inverno.

    Gostei de saber que o museu, hoje, abordado, é o maior Museu Municipal da Alemanha.

    Apesar da escolha da “Turista” ter sido motivada pelo seu 3 palmos, foi uma boa opção.

    Gostei de ver e apreciar as fotos referentes à colecção de “Instrumentos Musicais”, bem como os cenários e os bonecos do “Teatro de Marionetas”.

    Ótimo fim de semana.

    Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s