Um pouco mais de Ulm, no quarteirão dos pescadores

Ulm em termos turísticos não se resume de forma alguma aos dois locais mencionados nos artigos anteriores: a imponente Igreja e a colorida Câmara Municipal.

Por isso a visita exploratória à cidade continuou pelo Fischerviertel, quarteirão dos pescadores.

Schwörhaus e Weinhof, respectivamente, Casa de Juramento e Pátio do Vinho, localizada na Weinhof 14, foi dos primeiros locais de paragem.

Entre os séculos XIV e XIX, o Pátio do Vinho era um centro comercial importante, devido ao comércio de vinho. Mas mesmo antes disso, a partir de 854, era o local do Palácio Real em Ulm.

A sua capela sobreviveu até 1612. Depois disso, a anterior “Pequena casa de Juramento” (Schwörhäusle), que tinha sido construída sobre uma torre do palácio, foi substituida por uma “Casa de Juramento”. Depois desta ter sido danificada por um incêndio, foi re-construída em 1785. Voltou a sofrer danos em 1944 no decurso da II Guerra Mundial.

Todos os anos, na “Segunda-Feira de Juramento” (‘Schwörmontag’), um grande feriado oficial em Ulm, e que corresponde à penúltima segunda-feira do mês de Julho, o Presidente da Câmara de Ulm faz um discurso sobre o ano anterior da varanda e renova o juramento histórico da constituição da cidade (grande juramento de 1397).

No pátio há uma fonte com uma estátua do gótico tardio de São Cristóvão por Jörg Syrlin o velho (1584).

Hoje em dia, é na Schwörhaus que se encontra a “Casa da História Local” que, assim, abriga os arquivos da cidade de Ulm.

No centro do quarteirão dos Pescadores, nos pés das muralhas da cidade romana, encontra-se a Casa Inclinada, Schiefes Haus, no e sobre o rio “Blau”.

A pequena casa em enxaimel, foi construída no século XIV, tendo sido expandida e convertida ao longo dos anos até se tornar como se encontra actualmente.

A posição inclinada, que lhe deu o nome, deveu-se às extremamente largas e inclinadas vigas de apoio, que se estendiam sobre o rio “Blau” (1443). Em 1620, essa posição inclinada teve que ser corrigida numa renovação fundamental do edifício.

Em 1995, a casa inclinada foi completamente renovada e desde então é usada como um hotel.

O rio “Blau” (azul), é um rio de 15 km de extensão, afluente esquerdo do Danúbio. A fonte do Blau é a nascente no relevo cárstico de Blautopf, e desagua em Ulm no Danúbio.

A Casa Bonita, “Das schöne Haus” na Fischerplätzle/Fischergasse, é conhecida como “bonita” pela evidente falta de ângulos rectos no seu interior.

Os seus proprietários eram da aliança de mestres de marinheiros.

Uma pintura impressionante na parede mostra a cidade de Belgrado e é uma reminiscência do transporte de tropas de marinheiros de Ulm durante a Guerra Turca (1664-1718).

Até ao século XVIII os marinheiros dirigiam as denominadas barcaças bicudas ou achatadas que eram altamente manobráveis com um fundo plano, e que dobravam para trás e para frente.

Nestas imediações, e se o horário convidar a uma paragem para fazer uma refeição, porque não optar pela “Zunfthaus der Schiffleute” (casa grémio dos marinheiros), supostamente o restaurante mais típico no meio da centro histórico da cidade.

A visita a Ulm continuou, e continuará no próximo artigo.

Anúncios

9 thoughts on “Um pouco mais de Ulm, no quarteirão dos pescadores

  1. Querida Turista:
    Que beleza de fotografias. A da varanda da casa do Juramento está particularmente bonita. Quanto à fonte, já se sabe que é uma das minhas favoritas. E a casa inclinada, que romântico ter sido transformada em hotel. O rio dá muito charme à cidade.
    Beijinho e tenha um dia bom.

    • Boa tarde!

      A varanda da Casa do Juramento é mesmo bonita. Também gosto de apreciar as fontes, quando visito uma cidade, pois podem revelar muito acerca das tradições e do que é relevante para os cidadãos dessas cidades.
      A Casa inclinada é bastante pitoresca e deve ser um hotel rústico, acolhedor e muito bem localizado na cidade.

      Beijinhos e um bom dia para si também

  2. Cara “Turista”

    A arquitectura da “Casa de Juramento” é bastante engraçada, a culminar com a torre do telhado. No edifício destaca-se a varanda e, depois de saber a razão para que ela serve, desde há séculos, e estar associada a um dos feriados mais importantes da cidade, não deixei de lhe prestar mais atenção.

    A fonte com a estátua de São Cristóvão, fez-me pensar em Berna, depois de há poucos dias ter referido as fontes que lá existem, dentro do mesmo estilo.

    A “Schiefes Haus”, é uma casa pitoresca, mas admito, que o simples facto de ser uma casa inclinada, não me sentiria com total confiança para me alojar neste hotel.

    Ao ver a foto da “Casa bonita”, estranhei a pintura com Belgrado, capital da Sérvia, uma cidade que não tem nenhuma relação aparente à primeira vista com Ulm. Fui confirmar e algo as une, o Danúbio, que passa por ambas. Claro que, depois de ler o seu texto, também, percebi melhor o propósito e o que a pintura representa.

    Beijinho.

    • Boa noite cara Executiva!

      Ulm tem casas bastante curiosas e pitorescas, e com histórias associadas às mesmas muito peculiares. Acho que as histórias dos lugares em muitos casos servem para engrandecer e evidenciar mais esses locais. Em alguns casos mesmo, casas que poderiam passar despercebidas, quando avistadas com conhecimento do que representam e do que significam, podem tornar-se peças centrais na visita a uma cidade. (um pouco como as ruínas que estão longe de ser um mero um acumulado de pedras de determinada forma)

      Beijinho

  3. Olá!
    A cidade de Ulm que, tão bem tem descrito, começou por ser o que cá, historicamente, denominamos de concelho. Descreveu muito bem o papel preponderante da burguesia e do povo(hoje).
    A Casa do Juramento é nitidamente o correspondente à nossa Câmara municipal, município ou edilidade e o “dia do juramento”, que tem a ver com o feriado municipal.
    Os pescadores eram uma profissão importante no local, daí o destaque!
    Puramente medieval como “rua do ouro”, “rua dos correeiros”,etc.
    Estes pescavam nos rios dali, o que era uma profissão importante para a subsistência da localidade.A importância das barcaças residia na falta de estradas e de transportes… Hoje já estou k.O.
    Bjs

    • Boa Tarde!

      Sinceramente não sei se existirá ou não uma correspondência entre a “Casa de Juramento” e algum edifício típico português, pois o equivalente da Câmara Municipal é a Rathaus e essa eu descrevi exclusivamente num outro artigo.

      Sim, tem toda a razão, nos municípios perto de rios, grandes lagos ou mar, a profissão de pescador tem grande relevancia, e em Ulm isso está patente em muito edificios e mesmo no nome do quarteirão, referido neste artigo.

      Beijinhos

      • Tem razão quanto à casa do juramento. Estive a pensar melhor e o juramento tem a ver com as comunas, associações de auxílio mútuo, ligadas entre si por um juramento.
        Na luta dos burgueses para se emanciparem dos senhores que lhes exigiam impostos ligados à terra, em que eles não trabalhavam. Assim, a troco de algum dinheiro, compravam “certas liberdades”. O senhor concedia um documento, chamado CARTA DE FRANQUIA OU CARTA COMUNAL.
        Nem sempre as negociações decorreram sem conflitos e rebeliões. Os locais mais visados foram cidades na Itália do Norte e comunicaram-se depois, pelo caminho das feiras, à França,à Alemanha e à Flandres.
        A casa da varanda do juramento deve ser um palácio comunal, como existe em Siena ou Florença, por ex.
        Bjinho

  4. Bom dia
    O sol que brilha traz um novo ânimo mas está muito frio…
    Tenho na mente “rio Azul” e o seu fluxo abundante, que enfeita e dá fertilidade à paisagem. Se pudesse vê-lo daquela bela varanda!
    Não posso deixar de referir a quantidade de fontes existentes em Ulm.
    São decorativas e refrescam o ambiente; mas deveriam ter a função utilitária de abastecer de água a população, não acha?
    Bjinho

    • O sol mesmo quando acompanhado com o frio, dá sempre mais animo e alegria ao dia.

      Se hoje as fontes podem ter uma função predominantemente decorativa, sem dúvida que no passado teriam funções mais utilitárias, como referiu, como fonte de agua para a população.

      Beijinho

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s