No espírito natalício…

Quando se pensa no espírito natalício existem alguns itens dos quais dificilmente nos dissociamos.

Claro, nos países em que a época natalícia, é uma das épocas mais importantes no ano.

Faço desde já este disclaimer porque, obviamente há países e culturas onde os dias 24 e 25 de Dezembro, não têm qualquer significado especial.

Em outros, existem comemorações, mas não imbuídas do espírito que conheço, como uma festa predominantemente familiar. Pelo menos foi o que a minha colega japonesa me disse, que no Japão esses dias são dias de celebrações românticas um pouco no espírito do dia de S. Valentim.

Desde já o que colocaria no topo da minha lista quando penso no espírito natalício, é sem dúvida alguma, a confraternização e celebração, em família e/ou amigos, do nascimento de Jesus. Uma celebração com grande pendor indubitavelmente cristão.

Não descarto a importância da troca de lembranças entre familiares e amigos, demonstrando que não nos esquecemos deles e que são importantes para nós. Mas para muitas crianças o responsável por esta dádiva e não esquecimento, pode ser diverso e um pouco menos real: o Pai Natal, o Menino Jesus, os Três Reis Magos, o São Nicolau, ou outro(s).

Imbuída do espírito natalício também não dispenso decorar a casa para o efeito, o que no meu caso se traduz especialmente na Árvore de Natal, coroa ou grinalda do advento, e Calendário do Advento. Mas este ano ainda não o fiz… até eu achei que ainda era um bocadinho cedo, apesar de já estar em pulgas para o fazer.

Mas há muitas outras formas de decorações pelas quais se pode optar, alternativamente ou em acréscimo às que mencionei (como os imprescindíveis presépios em muitas casas, eu é que ainda não tenho um).

Uma amiga minha muito querida, referiu-me, por exemplo que gostaria de ter um comboio à volta da sua árvore de Natal.

Isso fez-me pensar em outra forma de decoração, que costumo encontrar cá, que poderá exigir energia eléctrica ou um “abastecimento de pilhas”, e uma espaço disponível mais ou menos vasto para ser literalmente montada. Pode ser composta de muitas peças pequenas, algumas de maior dimensão e muita paciência e força de vontade para tudo ficar como idealizado.

A que é que eu me estou a referir afinal? À criação de autênticos cenários  representado vilas, cidades, feiras de diversões, a imaginação é o limite. Não se tratam de brinquedos e não devem ser tratados como tal.

No Pflanze Kolle por exemplo, existem muitos artigos à venda, da marca Lemax que permitem criar estes cenários tão encantadores e que delicia miúdos e graúdos.

As imagens seguintes, recolhidas nesta loja, ajudam a ilustrar um pouco melhor a que me refiro.

Mas não é só a Lemax que tem este tipo de artigos animados e decorativos. A Mr. Christmas por exemplo auto caracteriza-se como líder de inovações festivas.

Estes são alguns dos artigos que podem encontrar no seu site.

8 thoughts on “No espírito natalício…

  1. Querida amiga Turista Ocasional, para mim, tb uma amiga muito querida que nos consegue sempre lembrar do que é realmente importante quando por vezes nos distraímos e consegue ser sempre o nosso elemento agregador, apesar de estar fisicamente mais longe. Muito especial, sem dúvida.

    Dito isto, e em relação ao post de hoje, pois para mim o Natal é também a época do Ano mais fantástica e pelos mesmos motivos que tu. No Natal esforçamo-nos por ser melhor e lembramo-nos mais de todos os que nos são queridos e sentimo-nos gratos por sermos também queridos para eles.

    É esta magia que nos põe os olhos a brilhar, esta magia que envolve a casa e os meninos que me faz nesta altura virar a casa do avesso e mudar radicalmente a decorarção para verde e vermelho!

    E tal como tu, todos os anos acrescentamos alguma coisa a esta “mudança radical”. E todos os anos tenho procurado – sem sucesso – o tal dito comboio que seria mais ou menos semelhante aos que mostras da lemax. Vou começar a procurar este ano. A ver se tenho sorte!

    Entretanto, ainda não perdi a esperança – apesar das mudanças que este ano sabes que nos envolvem – de vos irmos visitar e procurá-lo nesses bazares contigo!!!

    Bjs

    • Olá Marta!

      Pois nós gostamos muito e vivemos intensamente esta época do ano.
      Da-nos imensa alegria “vestir” a casa de festa, não é? (mesmo que no meu caso os dias principais da festa natalícia não sejam passados em minha casa, mas sim em Portugal😉 onde encontro outras das pessoas mais importantes na minha vida mas com quem não estou fisicamente todos os dias ).

      Tu não perdeste a esperança de vir cá para os Mercados de Natal, nem eu perdi a esperança que venham, mesmo que possa não ser este ano.

      Beijinhos

  2. Cara “Turista”

    O Natal é a festa da família: sente-se o amor, o carinho, a ternura, a amizade, a união, a troca de presentes, as luzes, os cheiros aromáticos, ouvem-se os sons harmoniosos tradicionais da quadra, enfim, sente-se um clima de encantamento.

    Eu corroboro, em absoluto, com a “Turista” sobre o que pensa em relação ao Natal: é muito mais que uma data, ou um dia no calendário.

    Tal como a “Turista”, decoro com alegria a minha casa e, nas decorações, estão um pouco de mim mesma, mas também, da minha família.

    Não deixei de contemplar e admirar as fotos com belíssimos cenários, que inebriam o nosso olhar.

    Gostaria, ainda, de referir, a interessante tradição dos Japoneses inerentes à celebração dos dias 24 e 25 de Dezembro. Festejam, também, o amor!

    Beijinho e um ótimo fim de semana.

    • Boa tarde cara Executiva!

      Sim, o Natal para mim é tudo isso como muito bem descreveu.

      Achei interessante as suas decorações natalícias reflectirem um pouco de si e da sua família, Presumo que nesse sentido os membros da sua família devem identificar-se com alguma das decorações e/ou terem contribuído para as mesmas. No meu caso, muitas das decorações na minha árvore reflectem alguns dos locais que visitei, já que foi lá que as adquiri.

      Beijinhos e óptimo fim-de-semana

  3. Querida Turista:
    Explica muito bem o que significa para si o Natal. Todas as decorações que nos apresenta são muito originais. Mas sem dúvida que o mais importante, para nós, católicos, será festejar o dia em que o Deus menino nasceu. E refletir na sua mensagem. Cada vez mais valorizo sentimentos que nos ajudem a ser melhores.
    Fico à espera dos seus enfeites este ano, deverão ser, como sempre, muito engraçados.
    Beijinhos e bom fim de semana .

    • Boa tarde!

      Sem dúvida alguma que o cerne do Natal para nós católicos, não é o aspecto material e comercial ligado ao mesmo, mas sim os valores imateriais e o simbolismo que lhe está inerente.

      Prometo que irei apresentar futuramente, num outro artigo, todos os enfeites adquiridos durante este ano para decorar a minha árvore de Natal.

      Beijinhos e óptimo fim-de-semana

  4. Bom dia,bom Domingo!
    Só hoje pude comentar, mas esse facto deu-me a vantagem de ir vendo o que foi escrito e poder acrescentar algo de diferente, resultante de perguntas que muitas vezes faço a mim própria.
    Uma delas relacionava-se com os países do hemisfério sul já que lá se está em pleno solstício de Inverno (que significa o começo do novo ano solar) com dias cada vez maiores e mais quentes nada compatível com o Ocidental Norte.
    Há também o problema das religiões e hindus, budistas,etc, festejam o Natal, enfeitando as ruas com maior antecedência, mas este facto deve ter a ver com a pressão da sociedade de consumo.
    Mas descobri coisas novas: antes de Cristo já se festejava o Natal. As civilizações mais antigas celebravam o sol como sendo o filho da luz; a luz para eles representava Deus em vida. Nos países asiáticos o solstício era representado por um velho de barbas brancas e roupagem vermelha e branca. Esse ser representava Deus na Terra, que trazia para a humanidade o seu filho Sol.
    Os Romanos festejavam o Natal muito antes de adoptarem o Cristianismo e a Igreja Católica não desperdiçou os costumes pagãos e introduziu nesta quadra a comemoração do nascimento de Cristo. O dia 25 de Dezembro é que é uma escolha cristã.
    Mais haveria a escrever mas outras tarefas me chamam!
    Beijinhos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s