Outras das igrejas de Ljubljana

Ljubljana, como já referi em alguns dos artigos anteriores possui diversas igrejas.

Este artigo pretende apenas referir mais três dessas igrejas.

A primeira é a Igreja de St. Jacob (Cerkev sv. Jakoba) localizada na Gornji trg 18.

“A igreja foi construída pelos jesuítas entre 1613 e 1615 num local previamente ocupado por uma igreja gótica situada perto do mosteiro jesuíta que abrigou o primeiro colégio de Ljubljana de teologia, filosofia, medicina e música. A igreja Salão Jesuita do início do barroco foi totalmente reconstruída em torno de 1701. O seu novo altar e as estátuas foram esculpidas entre 1728 e 1732 por Francesco Robba, que morava nas proximidades da igreja. Após o terramoto de 1895, os dois campanários da Igreja tiveram que ser demolidos e foi construído um único campanário (o mais alto em Ljubljana) em seu lugar.

A capela octogonal de São Francisco Xavier (Kapela sv. Franciska Ksaverija), inspirada em modelos venezianos e extravagantemente decorada com estuque ornamentado, foi adicionada à igreja entre 1667 e 1670. A capela possui um altar famoso construído entre 1709  e 1720, que é adornado com estátuas de arcanjos obra de Paolo Groppelli  e estátuas da Europa e da África, obras de Jacopo Contieri. Os altares de pedra nas capelas laterais da igreja foram esculpidos pelos escultores venezianos Angelo Putti, Jacopo Contieri, Francesco Rottman e Francesco Robba. A pintura do altar de maior destaque é a morte de São José (Smrt sv. Jozefa) por Franco Karl Remb.

Ljubljana - Igreja de S Jacob

Quando o edifício do colégio jesuíta incendiou-se, foi construída uma praça em seu lugar. Entre 1681 e 1682, uma coluna de Santa Maria (Marijin Steber), encimada por uma estátua pelo artista de Salzburgo Lobo Weisskirchner, foi erguida no meio da praça como expressão de agradecimento pelas terras eslovenas terem sido poupadas do domínio turco. A coluna foi transferida para a sua actual localização por Jože Plečnik, que redesenhou a praça em 1927.

Ljubljana - Coluna de Sta Maria

Plečnik rodeou a praça por uma fileira de bolas de pedra e acrescentou a vegetação na sua parte superior. Para conectar as duas secções separadas da rua Rožna ulica, foi erguido mais tarde um edifício arqueando através da estrada que corre ao longo do lado da praça, projectado pelo arquitecto Boris Kobe.” (texto traduzido e adaptado daqui)

A segunda é a Igreja Križanke, Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia, localizada na  Trg francoske revolucije 2.

“No século XIII, a Ordem dos Cavaleiros Teutónicos, chamados de cavaleiros da Cruz, estabeleceram-se na extremidade superior da praça Novi trg e construíram aí uma igreja. O único item que sobreviveu da igreja é o famoso relevo da Madonna de Krakovo do portal principal da igreja. O relevo, criado entre 1265 e 1270, é mantido agora na Galeria Nacional da Eslovénia.

actual Igreja Križanke  foi construída entre 1714 e 1715 por Domenico Rossi, um dos principais arquitectos venezianos da época. Isso indica que a única igreja da cruz localizada em território esloveno foi de grande importância não só para os Cavaleiros da Cruz, mas também para a corte imperial em Viena, que doou mobiliário interior.

Ljubljana - Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia

Os altares laterais foram pintados pelos pintores da corte Martin Altomonte e Anton Schoonjans. A pintura do altar principal, obra de Johann Michael Rottmayr que ficou queimada no século XIX, foi substituída por uma pintura do pintor vienense Hans Canon em 1859.” (texto traduzido e adaptado daqui)

A terceira e ultima igreja referida neste artigo, é a Igreja de S. João Baptista (Trnovska cerkev), localizada na Kolezijska ulica 1.

“A igreja original do distrito de Trnovo foi construída pelo arquitecto Candido Zulliani em 1753. Os únicos itens sobreviventes dessa igreja são algumas pinturas, incluindo as de São João Baptista e Santo António por Valentin Metzinger.

A actual igreja, que foi construída entre 1854 e 1857, assumiu a sua aparência neo-românica após o terramoto de 1895, quando foi reconstruída pelo arquiteto Raimund Jeblinger. Os frescos do presbitério foram pintados por Matej Sternen e as pinturas do altar por Pavel Künl. Algum do mobiliário, incluindo a lâmpada da luz eterna, foram projectados pelo arquiteto Jože Plečnik.” (texto traduzido e adaptado daqui)

Ljubljana - Igreja de S Joao Baptista

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s