A Catedral de Regensburg

Regensburg é uma cidade da Baviera, cuja importância já remonta a diversos séculos atrás, tendo mesmo sido entre  530 e a primeira metade do século XIII, capital da Baviera. A sua extensa história remonta à antiguidade, tendo se tornado em 179 uma forte base militar (Castra Regina), construída em pedra. Aqui podem encontrar pormenores acerca da história da cidade.

O seu grande centro medieval é Património Mundial da UNESCO.

A cidade dista da actual capital da Baviera, Munique, cerca de 126 km a nordeste. Está localizada na confluência dos rios Danúbio e Regen, em um dos pontos mais a norte do Danúbio.

Fraccao de Mapa da Baviera com Munique e Regensburg

No site de turismo da cidade existe uma brochura em inglês com os aspectos mais relevantes e atractivos da cidade, e que inclui o sempre imprescindível mapa, para quem decida visitar a cidade. Para acederem à mesma, podem clicar directamente aqui.

Um dos primeiros locais que visitei na cidade, e sobre o qual se trata este artigo, foi a sua imponente Catedral, cujas torres se podem avistar à distancia, sensivelmente de qualquer ponto do centro da cidade.

“A Catedral de Regensburg (de S. Pedro) foi construída em 1300 no local onde já tinham sido edificadas as catedrais anteriores. Trata-se do melhor edifício gótico na Baviera. o seu exterior harmonioso, vivo com interessantes esculturas medievais, foi recentemente totalmente limpo. No interior existem ainda mais esculturas, juntamente com uma extensa colecção de vitrais medievais.

Regensburg - Catedral - exterior

O primeiro registo de uma catedral em Regensburg data de cerca de 700 dC,  e a diocese de Regensburg foi oficialmente estabelecida por São Bonifácio em 739. No final dos anos 700s ou início dos 800s, uma catedral carolíngia substituiu o edifício original. No início do século XI, a catedral foi estendida para oeste, em estilo românico, incluindo um átrio e torres gémeas a oeste.

Depois de mais de um fogo prejudicial no século XII, uma nova catedral foi planeada no alto estilo gótico. Começou logo após 1260,  e foi construída sobre o local da sua antecessora românica incorporando parte da estrutura anterior. O primeiro altar foi consagrado em 1276, provavelmente no coro sul. Por volta de 1320, os altares na extremidade leste estavam suficientemente completos para consagração e uso litúrgico.

A torre sul foi construída entre 1341 e 1380. Depois de algumas casas e uma igreja serem destruídas para dar lugar à torre norte e a fachada oeste, estas  foram construídas (1385-1487). O portal principal foi feito em 1410 e, finalmente, a nave foi coberta em 1442. Construção parou sem que a catedral tenha sido concluída, por volta de 1520. Os claustros, no entanto, foram construídos entre 1514 e 1538.

A catedral recebeu a habitual reforma barroca em 1613-1649, que consistiu principalmente de móveis novos e a adição de uma cúpula sobre o cruzeiro.

Meados do século XIX foi um período agitado de trabalhos de construção na Catedral. Primeiro, o rei Ludwig I ordenou uma restauração geral e uma reversão das adições barrocas em 1828-41, que incluiu a substituição da cúpula barroca, por uma abobada em estilo gótico com nervuras. Em 1859-69 o gablete transepto e a torre do cruzeiro foram adicionados, e finalmente a catedral foi concluída.

Regensburg - Catedral - interior

Regensburg - Catedral - interior - pormenores dos vitrais

No século XX decorreram algumas escavações arqueológicas na nave, durante as quais foi adicionada uma cripta funerária para os bispos (1984-85). O altar da capela Sailer foi dedicado em 2004 como um local de serviços e de oração privada.” (extracto de texto traduzido, adaptado e retirado daqui. No texto é feita igualmente uma descrição do mais relevante a ver quer no exterior quer no interior da catedral)

6 thoughts on “A Catedral de Regensburg

  1. Querida Turista:
    Tantas mãos a construírem, tantos séculos a assistirem, no final ficaram vários estilos e a sua história. Imponente, de facto.
    Bom fim de semana e com bom tempo, é o que lhe desejo. Beijinho.

    • Bom dia!

      A Catedral de Regensburg demorou relamente bastantes séculos a ser concluida, incorporando vários estilos arquitectónicos, apesar do gótico permanecer predominante. A Catedral é sem dúvida muito imponente.

      Bom fim-de-semana para si também e que o bom tempo decida visitar e permanecer pela Europa😉

  2. Bom dia,cara turista
    A profusão de estilos entrelaçados e os vitrais, únicos, fazem da catedral de Regensburg um monumento único! Merece as distinções que lhe foram atribuídas.
    beijinho

  3. Que lugar belíssimo…sem dúvida vai entrar nos meus próximos roteiros. Antes de visitar a Itália achava que não gostaria de ver tanta igreja, mas depois de ver algumas como o Duomo de Milão, San Marco em Veneza, San Pedro no Vaticano, fiquei apaixonada por essas obras de arte em monumento. Essa Catedral de Regensburg parece sem dúvida ser mais uma dessas Maravilhas.

    • Bom dia Sabrina!

      Em cidades que historicamente tiveram ou têm um grande poder e influencia religiosa na região, é quase impossível, quando se visitam as mesmas, não visitar os edifícios religiosos que estas contêm, em geral riquíssimas obras de arte. Em muitos casos aliás, são os principais monumentos e particularmente relevantes em termos arquitectónicos, nas cidades. Afinal, o clero sempre foi um dos grupos sociais com mais poder ao longo dos séculos, e fax questão de o demonstrar.😉

      Sinta-se sempre bem-vinda neste espaço e não se iniba de comentar quando tiver vontade disso.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s