365 dias depois

Não é realmente dificil contar os dias que este blog esteve sem publicar qualquer novo artigo.

Apesar de não ter estado totalmente ausente, já que continuo a responder aos comentários que o blog recebeu com duvidas ou em busca de esclarecimentos adicionais, o facto é que nenhum artigo que descrevesse os locais que visitei ou as experiências  que vivi, viram por aqui a luz do dia.

No entanto, a todos os que por algum motivo passaram por aqui, visitaram artigos passados, deixaram comentários, inscreveram-se como seguidores do blog, deixo antes de mais o meu mais sincero e humilde agradecimento.

É impossível, para mim, que adoro esta época do ano, que começa com o Advento,tem o seu climax com o Natal, estende-se até ao Reveillon e extingue-se depois do dia de Reis, deixa-la passar aqui totalmente imperceptivel.

Eis chegada a altura, que já se tornou um pouco tradição para mim, de publicar imagens das decorações natalícias que adornam este ano a minha casa (sobretudo a sala) e lhe conferem um ambiente ainda mais caloroso e colorido (com uma clara predominância rosa, claro).

A imprescindível árvore de Natal, continua a ser branca, com enfeites especialmente na tonalidade rosa.

decoracoes-de-natal-em-casa_0015-2

Algumas das decorações são lembranças de onde estive durante o presente ano, pois o hábito  de procurar algo nos locais que visitei, que possam adornar a minha árvore de Natal mantem-se. Claro que isso implica que nem sempre o que atrai a minha atenção é uma decoração tipicamente natalícia, até porque estas ultimas nem sempre se encontram à venda 365 dias no ano.

Por exemplo, nas férias da Páscoa estive numa ilha encantadora nas Maldivas, perto da capital do país, Male, e de lá trouxe uma máscara que muitos se questionarão como se pode classificar como um adorno para a árvore. Efectivamente não o seria originalmente, mas em minha casa, foi justamente nisso que se tornou.

maldivas

Já nas férias de Verão, o destino foi bem mais próximo, mas englobou uma área mais abrangente em França, comportando algumas regiões. Assim da Provença, capital da Lavanda, trouxe uma bonequinha com este irresistivel aroma. Pode-se dizer que este ano a minha árvore emana um perfume bem mais agradável, incitando não apenas o sentido da visão, mas também o do olfacto.

provenca

O meu marido, que me conhece bem, também não fica indiferente a este meu hábito (tendo presenciado incontáveis vezes a minha busca incessante por encontrar algo que me agrade) e numa das suas viagens a trabalho, desta vez a Pequim e Shanghai, trouxe-me da primeira destas cidades, um pingente com o meu nome.

pequim

De uma das visitas mais inesperadas que fiz este ano, a Viena, trouxe uma bola com altos relevos de alguns dos locais mais emblemáticos e turísticos da cidade.

viena

As férias de Outono foram “profícuas” no que ao departamento lembranças diz respeito, apesar da dificuldade inícial. Em Varsóvia encontrei uma loja, a Bombkarnia, perto do Palácio da Cultura e Ciência, com decorações absolutamente fabulosas. No entanto, não tive oportunidade nos dias em que estive na cidade de entrar na mesma, pois atendendo ao horário, aos feriados e dias de fim-de-semana, encontrei-a sempre com as portas fechadas. De lá trouxe apenas as imagens do que vi e a vontade não satisfeita de adquirir uma das suas maravilhosas bolas.

varsovia

Já em Cracóvia tive mais sorte e encontrei numa loja, uma bola do estilo (acento tónico em estilo, pois as outras são incomparáveis) daquelas que tanto tinha adorado.

cracovia

Ainda em Cracóvia, não resisti a um anjinho em madeira, pintado à mão, com roupa típica polaca, numa das lojas do “Cloth Hall“. Mas uma vez mais tratava-se de algo que não foi originalmente criado para ser pendurado, pelo que tive que acrescentar uma fita à volta da sua cintura para o conseguir colocar na minha árvore de Natal.

cracovia-anjinho

De Bratislava, apesar de em termos de tonalidades não corresponder ao que por princípio procuro, trouxe uma bola de cerâmica regional com uma imagem alusiva ao castelo da Capital da Eslováquia.

bratislava

Com o aproximar do Advento tornou-se mais fácil encontrar decorações propositadamente natalícias, e não apenas nos Mercados de Natal, que são tão populares aqui na Alemanha.

No Mercado de Natal de Haidhauser em Munique, comprei um peixe em vidro do qual não conseguia tirar o meu olhar.

mercado-de-natal-de-haidhauser

No centro de Munique, numa loja histórica e emblemática da cidade, o Kustermann, adquiri um sino da marca italiana Alessi, com o motivo do menino Jesus (achei que uma vez que iria adquirir apenas uma das figuras do presépio, teria que ser a principal).

alessi-menino-jesus

Numa das lojas Butlers de Munique, adquiri uma figura retirada directamente de um conto de fadas dos Irmãos Grimm, o Principe Sapo.

principe-sapo

Remanescente do Natal 2015 passado em Portugal, povoa a árvore também a figura de um Anjinho em porcelana da Vista Alegre, da colecção Angels, ao qual este ano espero, outro lhe venha fazer companhia.

anjo-vista-alegre

Mas as decorações Natalícias não se resumem às que se encontram da árvore de Natal…

Este ano a minha Coroa do Advento de metal teve um “revestimento” inteiramente diferente, da de anos anteriores.

coroa-do-advento

As quatro velas, as duas poinsétias (conhecidas por flores do Natal) rosa claro e os dois pássaros rosa com longas caudas foram adquiridos no Pflanzen Kölle em Unterhaching.

As outras duas poinsétias mais lilazes, foram resultado da visita este ano ao romântico, conceituado e por mim tão desejado e ambicionado Mercado de Natal de Rothenburg ob der Tauber. Não foram adquiridas no mercado em si mas numa da lojas da Käthe Wohlfahrt que “empresta” à cidade muita da fama Natalícia e da designação de “Cidade Natal” que esta possui durante todo o ano.

Os outros dois pássaros foram um muito atencioso e carinhoso presente de uma amiga que vive em Dublin, na Irlanda.

No que a Mercados de Natal concerne, este ano visitei dois outros que também se inserem na categoria de Mercados de Natal românticos, pois decorrem em ambientes mais “medievais” de castelos. Os Mercado de Natal no Castelo Tüssling e no Castelo Kaltenberg. Ambos têm um charme diferente e especial, e recomendo vivamente, caso tenham oportunidade de os visitar, mas em nenhum deles encontrei algo rosa que quisesse trazer com o pretexto de decoração natalícia.

Nas decorações por aqui não pode faltar também um Calendário do Advento, ou o meu “cinco palmos” não teria um motivo extra para se levantar diariamente mais cedo, durante os primeiros 24 dias de Dezembro, para descobrir  o que o mesmo lhe reserva.

Este ano optei por uma pequena aldeiazinha onde preside o espírito Nostálgico Natalício (da Coppenrath), a rodear a sempre presente árvore dourada com as elfas da Isiss.

A  minha tradição de adquirir anualmente uma elfa durante a imprescindível visita ao Tollwood – Festival de Inverno manteve-se, e esta destaca-se das demais por ser predominantente em azul.

As luzinhas envoltas nas bolinhas douradas metálicas, podem encontra-las na Amazon por exemplo.

calendario-do-advento

Depois da extensa descrição das decorações que me rodeiam diariamente em casa, resta-me desejar-vos a continuação da vivência desta quadra especial do ano, da melhor forma possível.

O Espírito de Natal significa confraternização, família, amizade, partilha e amor ao próximo, renascer, paz, conquista, compreensão, reflexão, prosperidade…

Que o espírito do Natal não se extinga depois desta época e esteja presente em todos os dias do vosso novo ano.

Feliz Natal e um fantástico e repleto de boas emoções 2017.

Advertisements

8 thoughts on “365 dias depois

  1. Querida Turista,
    Que saudades!!
    Obrigada por este post LINDO, cheio de coisas lindas.
    Desejo-lhe umas boas festas e um excelente 2017, com muita saúde, muitas alegrias, e viagens muito agradáveis!
    …e para mim, desejo que a querida Turista de vez em quando vá “postando” aqui qualquer coisa… 🙂
    É sempre tão agradável lê-la !
    Um grande abraço,
    Maria

    • Querida Maria Nunes,
      muito obrigada pelas suas palavras sempre tao calorosas e atenciosas.
      Concordo consigo, também eu tenho saudades de escrever e publicar artigos por aqui.
      Vou procurar que uma das resoluções de Ano Novo seja essa mesma, escrever mais artigos ao longo do ano.
      Beijinhos
      turista ocasional

  2. Amei a sua ideia!
    Tenho também o hábito de comprar coisas de espírito natalino em minhas viagens, principalmente Mini presépios.
    Continue mandando ideias e suas vivências, são muito ricas.
    Agora em março, irei ao Chile. Vc tem alguma dica especial?
    Em maio, quero retornar à Europa. Tem alguma sugestão?
    Boas festas!!😘

    • Muito Obrigada antes de mais pelo seu tão positivo e incentivador comentário.
      O Chile ainda não visitei, pelo que não possuo quaisquer dicas sobre o mesmo. Quanto à Europa, esse é um continente que já visitei um pouco mais, mas onde me falta conhecer ainda quase tudo. Se quiser sugestões mais direccionadas sobre algum país ou região, talvez a possa ajudar mais se souber para onde recaem as suas preferencias e destinos.
      Boas férias e espero voltar a encontra-la por aqui.
      Cumprimentos

  3. Muito bem..parabéns.feliz natal..um natal maravilhoso..um ano ano maravilhoso..com o verdadeiro significado de muita luz e paz…ag.silva

  4. Obrigada pelo post e sobretudo pelos votos de Boas Festas! Para si e toda a sua família desejo o melhor Natal de sempre e um Novo Ano cheio de tudo o que mais desejar..

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s