Bürgerfest em Regensburg?

Muitas cidades na Alemanha, e em muitos outros países, inclusive em Portugal, as cidades organizam festas populares que decorrem por um período de tempo reduzido em áreas delimitadas dessas cidades, vilas ou mesmo aldeias.

Regensburg, orgulha-se de organizar igualmente uma festa desse género, uma “Bürgerfest”, ou seja, uma festa dos cidadãos, dedicada aos seus cidadãos e a todos quanto decidam visitar a cidade nessa altura e participar na mesma.

A cidade de Regensburg organiza  a sua  festa a cada dois anos que reforca a identidade dos seus cidadãos. Em 1973, foi lançada a ideia pelos amigos da Cidade Velha de Regensburg. O objectivo era aumentar a consciencialização dos seus cidadãos para a sua cidade natal e promover a sua reabilitação. Ao longo dos anos, esta festa tornou-se um grande evento, com uma reputação internacional e um grande número de visitantes. A organização é actualmente da responsabilidade do Departamento Cultural da cidade. Em 1992 a área abrangida pela festa foi estendida à ilha no Danúbio e à corda salva vidas do  Rio Danúbio.

Este ano de 2013 a Bürgerfest decorre entre 21 a 23 Junho.

A festa inclui pequenos palcos espalhados pela área da cidade abrangida, onde a musica se faz ouvir à distancia. Os géneros podem ser vários mas o tradicional tem algum protagonismo.

Regensburg Bürgerfest - pequenos palcos

Não se deixe apanhar desprevenido nem se assuste ao encontrar os Oberpfälzer Schlossteufeln, um grupo de Krampus (criatura mitológica, semelhante a um demónio, que acompanha o São Nicolau durante a época do Natal, e que ao contrário deste que dá presentes às crianças boas, avisa e pune as crianças más) e Perchten.

Regensburg Bürgerfest - Oberpfälzer Schlossteufeln

Não faltam bancos e mesas corridas de madeira, típicas dos “Biergardens”, áreas ao ar livre em que a cerveja, outras bebidas e alimentos locais são servidos, vendidos nas pequenas barraquinhas das redondezas. O difícil é com tanta gente, encontrar espaço livre numa mesa e banco.

Regensburg Bürgerfest - biergarten e palco

Também há um cortejo com bandas de sopro, como a escocesa de gaita de foles,  Grampian Police Pipe Band.

Regensburg Bürgerfest - Grampian Police Pipe Band

Um cortejo com algumas figuras assustadoras procurando representar algo, que confesso não sei bem o quê, mas que me pareceu estar associado à peste e morte, também percorre as ruas da cidade.

Regensburg Bürgerfest - Cortejo da Morte

E como já referido, a festa estende-se até à Ponte de Pedra e às margens do Danúbio.

Regensburg Bürgerfest - nas margens do Danúbio

Num Hotel Palaciano?

Quando visito alguma cidade relativamente perto de Munique, ou a uma distancia que ainda assim permite ir e regressar deixando tempo mais do que suficiente para a visitar, a questão ligada ao alojamento não se coloca.

No entanto, há edifícios aos quais não consigo resistir, e menciona-los torna-se quase um imperativo.

Ao passar pela Maximilianstraße, uma das estradas que constitui o centro histórico da cidade de Regensburg, no numero 28, é impossível não parar para deslumbrar a bonita fachada em estilo neo-rococó, do grande edifício amarelo construído em 1891, um elegante Palácio Bávaro.

Regensburg - Park Hotel Maximillian

Trata-se do Eurostars Park Hotel Maximilian, um hotel de 4 estrelas onde o moderno e o conforto se aliam à elegância clássica de forma perfeita, prometendo uma estadia requintada e inesquecível.

Indiscutivelmente se pretender visitar Regensburg, e procurar um local para a sua estadia por lá, este hotel pode ser uma óptima opção  Mas caso considere os preços elevados e pretenda algo mais acessível, pelo menos durante a sua visita à cidade, faça como eu, passe pela Maximillianstraße, nem que seja apenas para apreciar as fachadas do edificio…

E na Maximilianstraße, no numero 4 encontra-se um café, o Cafe Fürstenhof (Fürstenhof significa corte) existente desde 1911, com uma fachada que também é amarela e bastante interessante. As especialidades são da cozinha alemã.

O edifício partilha actualmente o espaço com uma sapataria no rés-do-chão (Koppenwallner Alfred Schuhhaus).

Regensburg - Café Fürstenhof

.

Há mesmo muitas…

Em Regensburg existem realmente bastantes igrejas no centro da cidade, pelo que é impossível para mim não me repetir ao reafirma-lo.

Este artigo pretende apenas apresentar mais algumas dessas igrejas.

A Nova Igreja Paroquial (Neupfarrkirche)  é uma igreja evangélica localizada na praça denominada de Neupfarrplatz. A sua construção foi iniciada após a destruição do bairro judeu num pogrom no ano de 1519.

Regensburg - Nova Igreja Paroquial - Neupfarrkirche

Esta igreja protestante luterana é a mais antiga igreja da reforma protestante em Regensburg. Não só é a igreja original da congregação protestante, como também é considerada como o ponto de partida para a propagação da fé protestante do norte para os países do Sudeste da Europa e dos Balcãs.

O Conselho da cidade de Regensburg em 1542 introduziu formalmente a Reforma na cidade e apenas os serviços da igreja protestante Neupfarrkirche ficou inicialmente disponível. Mais tarde outras duas igrejas ficaram disponíveis para os servicos protestantes, mas com a indisponibilidade posterior de uma delas, em 1628 havia uma clara uma falta de espaço adjudicado à comunidade protestante, o que abriu espaço para a existencia de uma nova igreja. A decisão de construir essa nova igreja, tinha sido feita já em Fevereiro de 1627 pelo Conselho da Cidade.

O mestre de Nuremberga, Johann Carl (1587-1665) foi contratado para projectar o novo edifício da igreja, apesar de nao ter experiencia como construtor e engenheiro de igrejas. Ele elaborou dois projectos:  o primeiro, de uma igreja salão com três naves na tradição do gótico tardio, e outro de um edifício salão sem colunas. Este ultimo foi apresentado  ao Conselho da cidade e finalmente realizado, com algumas modificações.

A pedra fundamental foi lançada  a 4 de Julho de 1627 e a Igreja foi inaugurada a 5 de Dezembro de 1631, sem a torre sul concluída, mas que devido ao caos da guerra religiosa, permanece inacabada até ao presente. O mesmo se aplica aos esplêndidos portais que foram previstos, mas que também permanecem inacabados.

A igreja da Santissima Trindade (Dreienigkeitskirche), na Am Ölberg 1, tornou-se assim a primeira igreja originalmente protestante no sul da Alemanha e reflecte na sua arquitectura a reforma da igreja e a compreensão da comunidade. E uma vez que não foram feitas alterações nos séculos seguintes, manteve a sua unidade e originalidade.  

Regensburg - Igreja da Santissima Trindade - Dreieinigkeitskirche

Regensburg - Igreja da Santissima Trindade - Dreieinigkeitskirche - interior

No Alter Kornmarkt 7, encontra-se o Mosteiro e Igreja Carmelita de S. José (Karmelitenkloster Sankt Joseph), erguidos no século XVII (os alicerces foram lançados a 12 de Outubro 1641 aquando da estadia do imperador Fernando III, mas por dificuldades financeiras a igreja só foi concluída e consagrada em 1672).

A presença das Carmelitas em Regensburg remonta ao século XII, onde permaneceram durante cerca de 80 anos, em que um novo convento foi construído em Straubing e estas terem-se mudado para lá. Foram necessários 300 anos depois para o imperador Ferdinando II nomear as Carmelitas descalças para Regensburg, e estas regressarem à cidade.

Regensburg - Igreja das Carmelitas

Chapéus há muitos…

Um clássico do cinema português, o filme “A Canção de Lisboa“, popularizou e celebrizou a expressão proferida por Vasco Santana de “chapéus há muitos, seu palerma”.

Mas não é de filmes ou de cinema que se trata este artigo, antes de chapéus, de uma grande diversidade de chapéus.

No centro histórico da cidade de Regensburg, existe uma loja de reconhecida e conceituada relevância a nível internacional, no que concerne à manufactura de chapéus, a “Hutmacher am Dom”. Localizada perto da antiga catedral, oferece aos seus clientes uma grande variedade de chapéus e acessórios em dois andares. Mais de 15.000 itens de chapelaria, de qualquer tipo e para cada estação, satisfaz qualquer procura nesse domínio.

Regensburg - Hutmacher am Dom

A fábrica Hutkönig (chapéu rei), existe desde 1875, mantendo-se em Regensburg  já há cinco gerações. O seu actual mestre chapeleiro é  Andreas Nuslan, um perfeccionista fenomenal.

Os chapéus são de superior qualidade, e feitos à mão usando antigas técnicas inglesas, que requerem entre 60 a 80 passos, para serem concluídos. Os chapéus são confeccionados com recurso a uma antiga chapeleira.

A máxima do negócio de família é encontrar um chapéu para cada cabeça.

Entre os seus clientes constam casas reais, a nobreza europeia, presidentes e/ou suas esposas,  famosos artistas de cinema, rádio e televisão, e o próprio papa.

Na festa da cidade “Regensburg Bürgerfest“, que este ano decorrerá entre 21 e 23 de Junho, é mesmo possível assistir ao vivo à confecção de chapéus, no exterior da loja Hutmacher am Dom, pelo próprio mestre e seus ajudantes.

Regensburg - Hutmacher am Dom - na Festa da cidade

A titulo de mera curiosidade. É possível encontrar uma pequena loja da Hutkönig, um pouco mais próximo de Munique, no Ingolstadt Village, acerca do qual já escrevi este artigo.

Mas para quem esteja manifestamente muito distante para visitar a loja em Regensburg ou no Ingolstadt Village, o Hutkönig disponibiliza actualmente uma loja online,

A Ponte de Pedra de Regensburg

Uma maravilha do mundo: A Ponte de Pedra de Regensburg.

Com 16 arcadas, a ponte une a Antiga Cidade Medieval de Regensburg com o Stadtamhof (que também está classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO) separados pelo rio Danúbio.

Regensburg - Ponte de Pedra

O povo de Regensburg tinha obviamente brilhantes construtores de pontes no século XII, altura em que a ponte foi construída.

Esta ponte persistiu durante mais de 800 anos, até aos anos 1930 como a única existente em Regensburg a atravessar o rio.

O “Bruckmandl” (homem da ponte), uma pequena estátua na ponte,no entanto, só se encontra lá desde meados do século XVI.

Regensburg - Ponte de Pedra - Bruckmandl

Diz a lenda que os mestres construtores respectivamente da catedral e da ponte fizeram uma aposta acerca de qual deles terminaria mais rápido a sua construção. O construtor da ponte ao sentir que estava a ficar para trás fez um pacto com o diabo. Em seguida a ponte acabou por ser construída em apenas 11 anos enquanto que a Catedral demorou 250 anos.

Mas, como recompensa pela sua ajuda, o diabo adquiriu o direito de ficar com a alma das primeiras três pessoas que passaram sobre a ponte. O construtor de pontes perseguido, mas para salvar a sua e outras almas humanas, enviou um cão para o outro lado da ponte, que levou dois galos à frente dele. O diabo ficou com tanta raiva sobre a fraude que  inicialmente empurrou para baixo um arco de ponte para a destruir e ela ter que ser construída novamente, mas não teve sucesso, pois ela tinha sido construída diabolicamente bem. Então finalmente, saltou para o Danúbio, para de lá ir diretamente  para o inferno, e assim nasceu a lenda do turbilhão no Danúbio.
A figura do Bruckmandl, hoje situada no ponto mais alto da ponte, sobre o parapeito ocidental, representa o construtor da ponte voltado para sul em direcção à catedral, para ver o quão longe esta chegou.

Na extremidade sul da ponte, a da antiga cidade medieval, situa-se uma torre, que corresponde a uma antiga porta da cidade. No início do século XVI a loja de Sal Amberg (em alemão: Salzstadel) e no inicio do século XVII a loja de Sal Regensburg foram construídas defronte desta torre.

Regensburg - Torre na extremidade sul da Ponte de Pedra

Na outra extremidade da ponte, encontra-se um pacífico idílio no labirinto de ruas e becos da Stadtamhof.

Regensburg - um pouco do Stadtamhof

 

Stadtamhof é o segundo distrito da cidade de Regensburg.

Com uma área de 0,66 km ² Stadtamhof é o menor dos 18 distritos de Regensburg. A cidade antigamente independente, foi o assento da sede de concelho de Stadtamhof. Em 1 Abril 1924 foi incorporado na cidade de Regensburg.

A Igreja dominicana de Regensburg

A Sudeste da Bismarckplatz em Regensburg encontra-se o Mosteiro e a Igreja Dominicana, do inicio do estilo gótico (século XIII), no estilo ascético das ordens mendicantes, com um interior bem proporcionado.

Regensburg - Igreja Dominicana de St Blasius

O Mosteiro Dominicano, ou Priorado Dominicano em Regensburg é uma das mais antigas construções góticas da Alemanha. Um dos seus priores foi São Albertus Magnus, que foi um bem conceituado erudito da Europa. O priorado foi fundado no século XIII, juntamente com a sua igreja gótica de St. Blasius. Esta última possui muito mobiliário gótico que merece ser visto, e um portal com uma estátua de seu patrono.

– Nave central da Igreja e altar-mor com o seu retábulo em destaque

Regensburg - Igreja Dominicana de St Blasius - nave central e altar mor

– Púlpito

Regensburg - Igreja Dominicana de St Blasius - Pulpito– Um dos altares laterais

Regensburg - Igreja Dominicana de St Blasius - altar lateral

– Epitáfios e brasões

Regensburg - Igreja Dominicana de St Blasius - epitáfios e brasoes

– Retaguarda com o órgão em evidencia

Regensburg - Igreja Dominicana de St Blasius - retaguarda com o orgao

Esta igreja dominicana alem de ser das mais antigas da Ordem na Alemanha, é considerada uma das suas maiores e mais belas igrejas e também um dos edifícios de fundação da arquitectura gótica no sul da Alemanha.  Nesta igreja são de especial importância os murais e túmulos de várias épocas e uma virgem gótica da Misericórdia. 

A antiga Câmara Municipal da cidade

Na Rathaus Platz (Praça da Câmara Municipal), como o próprio nome sugere, é onde se encontra a Antiga Câmara Municipal de Regensburg.

A imponente torre da antiga Câmara Municipal evidencia-se mesmo à distancia.

Regensburg - complexo da antiga Rathaus

“Os edifícios que constituem a Antiga Câmara Municipal, perto do local do mercado central evoluiu desde o século XIII, como resultado de muitos acréscimos e alterações. Hoje os edifícios podem ser divididos em três partes: o centro é formado pelo velho castelo patrício, que consiste na torre e no grande salão a oeste desta. À esquerda, fica o edifício utilizado pela Dieta Imperial, com a casa do escrivão da cidade, e à direita a Câmara Municipal barroca da cidade. A parte mais antiga é o antigo castelo patrício com uma torre alta. Ela remonta a meados do século XIII, e tem os alojamentos ligeiramente mais novos e um pátio na parte de trás. À esquerda deste pátio são os cofres dos antigos arquivos, e nela está a primeira das três fontes de Regensburg dedicadas às virtudes, a fonte da paz, que remonta a 1661.

Em 1363 o edifício para o oeste foi erguido; abrigou lojas, e mais tarde uma sala de interrogatório no porão, e no primeiro andar, o Salão Imperial, onde a Perpétua Dieta aconteceu de 1663 em diante.

A sacada do lado leste, que continha uma capela, é um lembrete de funções anteriores do edifício. Em 1408 uma escada aberta com um portal foi adicionada, embelezada em cima com o brasão da cidade. Os dois guerreiros são “Schutz” (defesa) e “Trutz” (ofensa), que simbolizam a vontade da cidade para defender-se contra os seus inimigos.

Junto a oeste são quartos de reuniões dos príncipes construídos em 1655, na antiga casa do o escriba cidade. A Câmara Municipal barroca a leste foi construída em 1659/62 e 1721/23 em torno do Pátio Neptuno. Desde a criação da Dieta Perpétuo que tem abrigado a administração municipal. Desde o trabalho de renovação em 1964, a ala norte contem o re-construído Salão Dollinger, que foi demolido em 1889 e reconstruído duas vezes em lugares diferentes antes de ser reconstruído no local actual”. (texto retirado  traduzido baseado neste)

E se visitar a Antiga Rathaus, em horário de almoço ou jantar, porque não entrar pela porta da ultima imagem na compilação de fotos anterior, que é onde se encontra a Rathskeller (Keller significa em alemão Cave), Restaurante da Câmara Municipal, onde pode desfrutar de um ambiente medieval, e com uma ementa típica e tradicional da região.

E se continuar em direccao ao Kohlenmarkt, que é uma espécie de praça logo a seguir, encontra no numero 6 uma gelataria, a Gelato e Caffé, que deixa qualquer um derretido com o aspecto dos seus gelados. Espreite a Carta de Gelados (Eiskarte) e constatará se tenho razão ou não  Asseguro que os gelados que chegam à mesa tem tão bom aspecto quanto os das imagens na carta 😉

Regensburg - Gelataria - Gelado e Caffé