St Michaelis Kirche, ou simplesmente Michel em Hamburgo

A igreja de S. Miguel, coloquialmente denominada pelos alemães como Michel, é das 5 igrejas protestantes principais e a mais famosa igreja da cidade. Esta igreja é um dos ex-libris da cidade.

Para muitos trata-se de uma das igrejas Barrocas mais bonitas do norte da Alemanha.

A sua localização em Englische Planke 1, é fácil de identificar no mapa seguinte retirado inicialmente daqui.

Uma grande estátua de bronze do arcanjo Miguel a conquistar o diabo localiza-se por cima da porta principal da igreja, o que sana qualquer dúvida sobre a igreja ser dedicada ao arcanjo Miguel.

A torre barroca de 132 metros de altura coberta com cobre é um dos destaques da linha do horizonte de Hamburgo, e sempre foi um ponto para o desembarque de navios que navegam o rio Elba.

Na compilação de fotos seguintes é possível apreciar o exterior desta igreja com especial destaque para a sua torre e a estátua de S. Miguel sobre a entrada principal. A última imagem deste conjunto retrata a paisagem avistada a partir da igreja

Um pouco da história desta igreja.

Tudo começou em cerca de 1600 devido à morte de muitas pessoas vítimas da praga, e à necessidade de um cemitério onde a igreja  Pequeno St. Michaels se encontra actualmente. Em 1600 foi acrescentada uma pequena capela, que depressa se converteu numa pequena igreja. Cada vez mais pessoas  assentavam fora da cidade.

Pouco antes do início da guerra dos 30 anos, a cidade incluía esta nova área, denominada de nova cidade, no sistema de fortificação. No tumulto da guerra tornou-se um oásis de paz no qual as pessoas procuravam protecção. Entre 1625 e 1646 o numero de habitantes na nova cidade cresceu de 8000 para 20000 e a igreja tornou-se muito pequena.

Em 1647 o conselho e o parlamento da cidade passaram uma resolução para construir uma igreja maior aproximadamente a 200 metros a oeste, onde se encontra a igreja actual. Sob a direcção do mestre construtor Christoph Corbinus e mais tarde de Peter Marquard, a construção da igreja foi concluída, com algumas interrupções, após 12 anos e consagrada em 1661. Por sua vez a torre foi concluída apenas em 1669.

Em 1685 a Igreja de St. Michaelis tornou-se a quinta igreja principal de Hamburgo em junção com as outras quatro igrejas: a de St Petri, St Jacobi, St Nicolai e St. Katharinen.

Segundo registos, a 10 de Março de 1750 “Uma nuvem de tempestade formou-se numa altura incomum do ano. De repente, entre as onze horas e o meio-dia, houve um clarão de relâmpago terrível que, de uma vez atingiu a parte inferior da torre … “A igreja foi destruída.

Pouco depois do desastre, a Pequena Igreja St.Michaelis, foi demolida por lapidação, e a paróquia perdeu o seu lugar de oração. Com a ajuda de um donativo do senador Joachim Caspar Voiggt, que até à sua morte permaneceu anónimo como doador, a Pequena igreja de St Michaelis pode ser de novo consagrada em 1757. A igreja original foi reproduzida e construída em 9 cidades diferentes à volta do mundo.

(Quando os franceses ocuparam Hamburgo e incorporaram-na no império, a Pequena Igreja St. Michaelis, a partir de 1807 teve que ficar temporariamente disponível para as tropas francesas celebrarem a missa católica. A partir de 13 de Março de 1811, teve que ficar disponível sempre.

Em 1824 a cidade adquiriu a Pequena Igreja de St. Michaelis e deu-a à Igreja católica como presente.

A igreja foi destruída em 1943 e substituída por um novo edifício sendo dedicada a St. Ansgar, mas as pessoas continuam a chama-la de “Pequeno Michel”.)

 Em 1751 a foi colocada a primeira pedra na fundação para a reconstrução da nova igreja, a Grande igreja de St Michaelis.

Johann Leonhard Prey, construtor da igreja em St. Georg e Ernst Georg Sonnin foram contratados para construir o novo edifício. No entanto desentendimentos entre ambos os mestres atrasou o progresso da construção.

Foi apenas após a morte de Prey em Dezembro de 1757, pouco antes da conclusão da estrutura do telhado que os desentendimentos chegaram a um fim. Assim Sonnin tornou-se o «unico mestre construtor da igreja e a mesma foi consagrada a 19 de Outubro de 1762.  Na altura da sua consagração a torre da igreja apenas possuía a altura do telhado da igreja. Foi apenas em 1776 que a decisão de construir a torre foi tomada e o mestre Sonnin foi indicado como o seu construtor. A torre foi inaugurada a 31 de Outubro de 1786.

Esta é a igreja que é conhecida actualmente, apesar de ter sido reconstruída duas vezes no século XX (primeiro consequência de um fogo durante obras de construção em 1906 e depois consequência dos bombardeamentos de 1944 e 1945).

Entre 1983 e 2009 decorreram obras de renovação, primeiro na torre e depois no telhado, na cripta e na fachada da igreja.

Com 2500 lugares o Michel é a maior igreja de Hamburgo. A torre oferece uma excelente vista sobre a cidade e o Porto, e apesar de existir um elevador para a subir, eu não estive no cimo da mesma.

O interior da igreja é igualmente bastante interessante, como a compilação de fotos seguintes o demonstra.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s