Olympia Park – Munique

O Parque Olímpico (Olympiapark) em Munique foi concebido para albergar os Jogos Olímpicos de 1972.

Actualmente é um dos parques de lazer de Munique mais interessantes e onde se realizam muitos eventos entre festas, festivais, concertos, exposições e actividades desportivas.

Este é um mapa do mesmo, onde se encontram assinalados os diversos pontos de interesse, e os principais tem o seu nome inscrito no próprio mapa.

No entanto os Jogos Olímpicos de 1972 ficaram irremediavelmente relacionados com um acto particular com uma carga emocional bastante negativa. Na manhã do dia 5 de Setembro de 1972, oito terroristas do grupo palestino Setembro Negro invadiram as acomodações dos atletas israelitas em Munique, mataram dois desportistas a sangue-frio e fizeram nove reféns.

Hoje é possível encontrar na então Vila Olímpica, actualmente uma área residencial, referencia a esse acontecimento singular e sem precedentes. Numa placa junto à entrada do alojamento dos israelitas, encontram-se os nomes dos atletas alvo do atentado. Trata-se assim de um singelo local de homenagem e reflexão, onde os alvos do massacre são recordados.

Depois de deixar a Vila Olímpica, passa-se por uma zona de campos de treino, uma estátua alusiva aos atletas, uma ponte de ligação ao parque que passa por cima da Mittlerer Ring (espécie de estrada de circunvalação interior de Munique) e já no parque Olímpico um memorial com  uma inscrição em hebraico numa pedra de sustentação comprida, alusivo ao massacre dos Jogos Olímpicos de Verão de 1972.

A ponte de acesso ao Parque, depois de ter passado pela Vila Olímpica localiza-se perto do Estádio Olímpico, havendo menções ao mesmo também na compilação de fotos seguinte.

No Estádio Olímpico é possível a prática de algumas  actividades mais irreverentes, contempladas na categoria das visitas guiadas, como subir ao telhado, flying fox (espécie de slide onde as pessoas se deslocam atendendo à gravidade do movimento) e rapel.

Próximo do Estádio Olímpico localiza-se o Olímpia Halle, onde se realizam muitos dos concertos, espectáculos e outros eventos culturais de Munique, uma vez que se trata de uma sala coberta de enormes dimensões e com muitos lugares.

Perto do Olímpia Halle, por sua vez, localiza-se o edifício do complexo de Piscinas Olímpicas, actualmente aberto ao publico em geral, integrando a oferta de piscinas de Munique – SWM – Stadtwerke München (Companhia de Serviços Públicos de Munique).

Os espaços verdes e o lago artificial tornam o parque muito acolhedor e transmitem um ambiente muito descontraído, o que é sempre agradável para quebrar uma rotina mais agitada.

Num dia tipicamente de Primavera ou Verão é mesmo possível andar a “passear” no meio do lago, nas tradicionais gaivotas.

Um dos outros principais ex-libris deste parque é a sua Torre Olímpica, ou torre de televisão, com os seus 291,28 metros.

Dada a sua altura é avistada à distancia de vários pontos da cidade de Munique e arredores, e  por sua vez permite uma vista panorâmica privilegiada não apenas sobre a cidade, mas num dia verdadeiramente limpo, possibilita avistar os Alpes ao longe.

Em um outro artigo já fiz uma breve referencia a esta torre de televisão de Munique, referindo que preferia a paisagem que se poderia avistar desta em detrimento da avistada na torre desse artigo. Talvez depois de verem as imagens seguintes  seja mais fácil compreender o porque dessa minha preferência.

No cimo desta Torre de Televisão é possível igualmente encontrar o Restaurant 181, um restaurante rotativo que permite apreciar a paisagem privilegiada enquanto se desfruta de uma refeição gourmet.

No cimo da Torre Olímpica localiza-se igualmente o Museu do Rock  de Munique, por certo o museu do Rock mais alto do mundo.

Estes são apenas alguns dos pontos de interesse que se pode encontrar neste Parque Olímpico, mas a análise do próprio mapa atrás apresentado demonstra que existem muitos outros.

Despeço-me apresentando um pouco o caminho das estrelas…

10 thoughts on “Olympia Park – Munique

  1. AO VER ESTAS IMAGENS CONSEGUI REVIVER OS LOCAIS POR ONDE PASSEI EM BOAS COMPANHIAS ” RECORDAR É VIVER” OBRIGADO POR ESTA OPORTUNIDADE DE REVER E OS MEUS PARABENS PELAS IMAGENS E DISSERTAÇÕES SOBRE OS DIVERSOS LOCAIS DO OLYMPIA PARK.
    BEIJOS E FELICIDADES.

  2. Cara “Turista”!

    A descrição do artigo da “Turista” está excelente e as fotos complementam-no muito bem. Abrangem muitos pontos de interesse, deste cativante parque de lazer.

    Conheci-o há alguns anos atrás, num lindo dia de sol!

    O guia que me acompanhou, deu-me uma informação bem detalhada sobre a história deste parque, que vai ao encontro da descrição da “Turista”.

    Visitei este parque acompanhada de pessoas que me são muito queridas. Subi à Torre Olímpica e tirei ótimas fotos de lá, bem como no “Museu do Rock”.

    Do topo não deixei de admirar numerosos espaços desportivos e o Estádio Olímpico.

    Fiquei fascinada pelos imponentes “toldos” que cobrem parcialmente o Estádio Olímpico, bem como o complexo das piscinas. Não deixei, também, de admirar o lago artificial.

    Aprecio bastante a forma como descreve os locais que visita, e as fotos complementam na perfeição os seus artigos.

    Este parque evidencia a faceta moderna e descontraída da cidade de Munique, apesar de datar já de 1972.

    Parabéns!

  3. A ambos, quer ao jardineiro e quer a Executiva Sonhadora,

    permitam que vos diga, que fiquei bastante contente que por motivos idênticos, ter activado a vossa memória de momentos bem passados neste parque.

    Um muito obrigada a ambos pela vossa visita e por terem deixado os vossos comentários do que este artigo vos transmitiu.

    É muito bom sentir que o que escrevi tocou alguém do outro lado, quando lê.

  4. Pingback: Parque do Danúbio e sua torre | Turista Ocasional

  5. Pingback: Tollwood também no Verão | Turista Ocasional

  6. Munique e’ uma cidade que além de muito bonita,bem cuidada e’ uma cidade tranquila e organizada,que só o alemão sabe fazer.E’ uma pena que tanta violência venha tirar essa paz,esse direito de ir e vir com o medo e com perseguição,e’ lamentável…

    • Sim, Marta tem toda a razão. A violência e o terror fazem com que se vivam tempos de insegurança e receio perante o que pode acontecer a qualquer momento em qualquer parte do mundo. Parece que sempre que se sai de casa é uma roleta russa. Mas por outro lado devemos confiar que a segurança que estados de direito e liberais nos proporcionam não se diluem assim facilmente.

  7. Pingback: Eurotrip 2015 – Melhor Viajar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s